- Publicidade -

O ChimChum é um novo modelo, em escala reduzida, de turbina de vento projetada para ser montada no topo de uma chaminé, criada pelo jovem designer do Reino Unido, Thomas Postlethwaite. 

Embora o dispositivo pareça bloquear a abertura da chaminé, a fumaça pode ser efetivamente ventilada para fora, pois tem slats de ventilação construídos na tampa superior que se deslocam permitindo a passagem de ar. Este arranjo também impede que detritos de animais caiam e que ninhos sejam feitos dentro da chaminé. 

As hélices são fabricadas a partir de uma resina muito forte, mas extremamente leve, de fibra de carbono, que possui excelentes propriedades de resistência térmica. 

- Publicidade -

As partes alongadas côncavas nas hélices são moldadas em ambos os lados das palhetas, garantindo que qualquer passagem de ar seja suficiente para girar o mecanismo. Como resultado destas propriedades, a quantidade de energia necessária para rodá-las é baixa e isto permite que até mesmo uma brisa leve do vento participe da produção de eletricidade. 

As partes internas do dispositivo são ocupados pelo gerador e os rolamentos. Ambos os componentes são fabricados em aço inoxidável para torná-los duráveis. Além disso, o atrito entre os rolamentos ajuda a conseguir maior eficiência. 

O produto é simples. Os componentes mais baixos são o gerador e o conjunto de rolamento, que também são montados no topo da chaminé. O componente central é o cata vento e o extrator de fumaça; e a parte mais elevada é a tampa superior. 

As pás do cata vento são inspiradas na aerodinâmica natural de uma semente de sicômoro e a tampa de alumínio impede a queda direta de detritos animais no respiro da chaminé. A ventilação assegura que não haja a nidificação animal, pois os pássaros não podem entrar na estrutura, além de permitir que a fumaça seja ventilada para fora de forma eficiente. 

O projeto foi feito para gerar eletricidade para a casa, ao mesmo tempo que leva a fumaça para cima e a elimina pela chaminé.

Redação CicloVivo

Siga as últimas notícias do CicloVivo no Twitter

- Publicidade -