Uma nova bomba de água para irrigação acaba de ser lançada pela empresa de ferramentas elétricas e eletrodomésticos Black&Decker. Ela é o primeiro produto de um grande projeto da companhia, a marca Stanley Earth criada para trazer soluções de impacto social.

Chamada de Nadi, a bomba que funciona com energia solar e é de baixo custo foi pensada para agricultores rurais da Índia. Atualmente, as bombas de irrigação usadas nas fazendas por lá consomem quase 20% da eletricidade da Índia, sendo que boa parte ainda vem do carvão e parte vem do diesel. Desta forma, a alternativa ecológica pode amenizar o desafio da poluição ambiental no país. Outro problema é que a energia nem sempre está disponível e, por isso, os trabalhadores tendem a usar as bombas mais do que o necessário quando têm energia, o que inunda os campos.

Desenvolvida nos últimos dois anos, a Nadi, que significa “rio” em hindi, utiliza a tecnologia de motor de corrente contínua sem escovas (BLDC) para acionar a bomba e os painéis solares e alimentar todo o sistema. Outra possível solução, que poderá ser aproveitada, será enviar a energia solar extra gerada de volta à rede -, quando o equipamento não estiver em uso.

Além de eficiente, ela é mais tecnológica, tendo até um controlador inteligente que permite a microirrigação e uma plataforma agrícola com sensores que se conectam à nuvem e redes móveis, fornecendo dados em tempo real para monitorar o desempenho do sistema e conduzir ações preventivas ou de manutenção, conforme for necessário.

Um, dois, três, testando…

Os primeiros testes foram realizados no projeto piloto. Um agricultor que inicialmente cultivava apenas frutas e legumes, após instalar a tecnologia em sua fazenda, conseguiu adicionar arroz ao mix de culturas e gerenciar o abastecimento de água para produzir múltiplas colheitas por ano.

O próximo passo da empresa é criar um tipo de financiamento que torne a tecnologia acessível a trabalhadores de baixa renda. “O mundo enfrenta um número cada vez maior de questões sociais cada vez mais críticas e, como uma empresa que fabrica produtos e serviços que ajudam a criar e modelar nosso mundo, temos a obrigação de alavancar nossos recursos e conhecimentos para criar soluções que resolvam esses desafios”, disse o presidente e CEO da Stanley Black & Decker, Jim Loree.

Por enquanto, o produto está disponível apenas na Índia, mas a ideia é expandir para a África e também América do Sul.