Recentemente inaugurado na capital paulista, o restaurante Food Art Center pretende se tornar uma referência em sustentabilidade e cultura. A grande proposta do estabelecimento é proporcionar alimentação saudável, utilizando técnicas e conceitos sustentáveis, com preço acessível à base da pirâmide.

Fundado pelos empresários Joelma Dvoranovski e Israrel Ribeiro, o restaurante possui um cardápio elaborado para ter o menor impacto ambiental possível, ao mesmo tempo em que agrega uma grande quantidade de nutrientes às refeições, mantendo os baixos custos.

A comida

Um dos grandes destaques do menu são os sushis veganos. Feitos com Plantas Alimentícias Não-Convencionais, conhecidas como PANCs, eles não possuem nenhum tipo de carne e ainda contam com a utilização de outros alimentos funcionais, como a chia, que substitui o gergelim, por exemplo. Apesar de soar diferente, a opção consegue competir com igualdade com as comidas japonesas tradicionais.

Foto: Thaís Teisen/CicloVivo
Foto: Thaís Teisen/CicloVivo

Além do cardápio vegano, o restaurante também possui opções com carne, que compõem o buffet. Mesmo tendo alimentos de origem animal, o estabelecimento se preocupa em oferecer opções saudáveis. Por isso, tudo é feito sem uso de óleo ou temperos industrializados.

As PANCs também estão presentes nas saladas e ajudam a complementar o valor nutritivo das refeições. De acordo com a sócia-proprietária, Joelma Dvoranovski, são usadas apenas espécies nativas e escolhidas cuidadosamente com a ajuda da nutricionista Carmen Sampaio, especialista em plantas comestíveis.

Durante o dia o estabelecimento funciona com o sistema de buffet, cheio de alimentos funcionais. À noite, o espaço se torna uma hamburgueria, com direito a hambúrguer vegano, cujo lucro com a venda é totalmente revertido a uma ONG de proteção aos animais.

Sustentabilidade nos detalhes

O cuidado com a responsabilidade ambiental, social e econômica vai muito além do cardápio no Food Art Center. Cada detalhe do restaurante foi meticulosamente pensado para diminuir o impacto ambiental, ao mesmo tempo em que colabora para aumentar a eficiência do negócio e educar e informar clientes e funcionários.

A valorização de produtos feitos localmente, seja na produção dos alimentos ou na decoração, é uma premissa do negócio. O restaurante ainda conta com elementos decorativos feitos com materiais reciclados ou recicláveis, sistema de coleta e reaproveitamento da água de chuva, composteira elétrica, paredes verdes com espécies nativas e sistema sustentável de refrigeração.

Foto: Thaís Teisen/CicloVivo
Foto: Thaís Teisen/CicloVivo

Educação e cultura

O intuito do Food Art Center é ultrapassar as barreiras da alimentação. “A ideia é ter um lugar onde a gente possa alimentar o corpo e a alma”, explica Joelma.

Por isso, antes de ser inaugurado, todos os funcionários passaram por treinamentos para conhecerem melhor as opções de dietas, os conceitos de sustentabilidade e como esses pequenos detalhes podem influenciar os negócios e a vida das pessoas. Este foi o primeiro passo educacional do restaurante, capacitando os trabalhadores para compartilharem o conhecimento adquirido com os clientes e com suas próprias famílias.

As paredes do estabelecimento também são usadas para exposições temáticas rotativas, que apresentam, principalmente, artistas anônimos ou pouco conhecidos. Enquanto o som ambiente é composto por música clássica, uma escolha baseada em estudos científicos para deixar os clientes mais à vontade, tranquilos e criar um espaço harmonioso.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Restaurante sustentável com preço popular

“A ideia é construir um novo conceito de restaurante”, esclarece a proprietária, que quer aproximar as pessoas da sustentabilidade, independente da classe econômica em que elas estejam inseridas.

É seguindo essa linha de raciocínio que todo o projeto foi desenvolvido e isso inclui oferecer alimentos diferentes, saudáveis e um ambiente agradável com baixos custos. O valor médio do ticket no almoço é de R$ 25, para comer à vontade.

“Nós queremos, aos poucos, mostrar que nós podemos fazer diferente. Se a gente não mudar a base da pirâmide, a gente não vai mudar o mundo”, finaliza a empresária. Para o futuro, o local ainda pretende oferecer aulas de culinária que promovem o aproveitamento total dos alimentos e o uso de alimentos funcionais.

Serviço:

Food Art Center

Endereço – Rua Augusta, 2935 – Jardins

Horário do Almoço – 11h30 às 15h30

Horário do Jantar (somente hamburgueria) –  16h às 22h30

Horário do Sushi – 11h30 às 22h30

Buffet Almoço – R$25,90

Ticket médio da noite – R$40,00

Telefone – 11-3068-0182

Por Thaís Teisen – Redação CicloVivo