A King Khalid Foundation lançou uma campanha que coloca o combate da violência contra a mulher em pauta na Arábia Saudita. Apesar de recorrente, a situação é pouco comentada no país, em especial, nos veículos de comunicação.

Para o órgão, é um "abuso que acontece no escuro". Através do anúncio, o instituto não governamental busca dar visibilidade ao tema e encorajar as vítimas que seguem caladas diante de atos criminosos.

O anúncio mostra uma mulher com uma veste tradicional islâmica que cobre seu rosto, porém os olhos estão à mostra e é possível notar que um deles está machucado. A imagem vem acompanhada da seguinte mensagem: "Algumas coisas não podem ser cobertas. Lutemos juntos contra o abuso de mulheres".

A peça publicitária foi criada pela agência Memac Ogilvy e começou a circular nas redes sociais na última semana de abril. A propaganda é histórica, é a primeira contra a violência doméstica já feita na Arábia Saudita.

“O fenômeno das mulheres agredidas na Arábia Saudita é maior do que se vê superficialmente. Queremos garantir a justiça para todas as mulheres e crianças expostas ao abuso em qualquer parte do país”, afirma o site da fundação.

As autoridades da Arábia Saudita governam o país com base em leis rígidas, especialmente no que diz respeito aos direitos das mulheres. Recentemente, foi permitido que elas andem de bicicleta e de moto, algo que era proibido há 23 anos. 

A fundação divulgou um estudo em pdf sobre casos de violência e uma lista de contatos para denúncia, veja aqui.

Redação CicloVivo

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.