Escola de Hotelaria do Club Med promove desenvolvimento social sustentável

Em parceria com Senac Guarulhos e Prefeitura de Mogi das Cruzes, Club Med School visa capacitar jovens da comunidade local

club med lake paradise mogi das cruzes
Club Med Lake Paradise, em Mogi das Cruzes. Foto: Divulgação

Viver momentos de diversão, descansar sem qualquer preocupação, em lugares lindos que oferecem tudo o que precisamos numa viagem – da comida às atividades de lazer e bem-estar. Os resorts all inclusive do Club Med nasceram com este objetivo e se tornaram referência no mundo em hospedagem. Mas, além dos hóspedes, a rede de resorts investe também nas comunidades onde seus empreendimentos estão localizados, melhorando a qualidade de vida local.

“Nossos resorts não teriam sido integrados e nem aceitos de maneira tão harmoniosa, em países com culturas tão distintas, sem um espírito de respeito e responsabilidade com essas comunidades. É por isso que quase 75% das funções desenvolvidas no Club Med são preenchidas por profissionais locais”, afirma Janyck Daudet, CEO do Club Med para América do Sul.

Um exemplo desta atuação é o Club Med School, programa desenvolvido no Brasil em parceria com o Senac Guarulhos Celestino e Faccini e a Prefeitura de Mogi das Cruzes. A iniciativa oferece capacitação gratuita para pessoas a partir de 16 anos que queiram trabalhar no setor hoteleiro.

Depois da formação técnica, os novos profissionais podem ser contratados para vagas no Club Med Lake Paradise, em Mogi das Cruzes (SP), onde o curso é realizado. Caso contrário, são cadastrados no banco de talentos da rede e chamados quando surgirem novas oportunidades.

“O Club Med School é um exemplo de parceria entre empresas e instituições que contribuem para o desenvolvimento social das comunidades onde atuam. Nossa parceria com o Club Med e a Prefeitura de Mogi das Cruzes permite por meio do Programa Senac de Gratuidade (PSG) que as pessoas acessem uma formação profissional de qualidade e, consequentemente, melhores oportunidades no mercado de trabalho. O sucesso deste programa evidencia a importância de iniciativas que aliam educação e desenvolvimento social sustentável e destaca nosso compromisso social em formar profissionais qualificados”, afirma Darlan Rocha, gerente do Senac Guarulhos.

Club Med School
Club Med School – Senac e Club Med promovem curso de capacitação em hotelaria. Foto: Diego Padgurschi | InPress

O Club Med School começou suas atividades no início de 2023 e, em julho do mesmo ano, formaram-se quatro turmas do primeiro ciclo. Na primeira edição do projeto, foram mais de 260 inscritos para os cursos, sendo 84% mulheres, 60% com o Ensino Médio completo, majoritariamente entre 20 e 35 anos. Além disso, mais de 60% dos interessados eram do bairro Jundiapeba, em Mogi das Cruzes. Nesta etapa, 41% dos formandos já foram contratados pelo Club Med.

Desde que começou, o programa já formou mais de 100 profissionais em diversas funções da hotelaria: Auxiliar de Garçom (Cumim), Camareira(o) em Meios de Hospedagem, Recepcionista em Meios de Hospedagem e Auxiliar de Cozinha. As aulas são ministradas por docentes do Senac Guarulhos, com apoio dos materiais didáticos da instituição, em um ambiente de treinamento profissional, simulando a realidade do serviço em um resort da rede. Já a Prefeitura da cidade é a responsável por registrar os alunos e fornecer o transporte diário deles até a escola. A carga horária dos cursos varia de 160 a 240 horas.

Em 2023, foram 2 ciclos de capacitação. Em 2024, um novo ciclo já começou e 2 novos serão realizadas até o final do ano, totalizando 5 ciclos desde o início do projeto.

Caio Cunha, prefeito de Mogi das Cruzes, reforça a importância da parceria com foco na capacitação para o mercado de trabalho no setor de turismo do município. “A geração de emprego e renda na nossa cidade é um dos pilares de transformação social. Por isso, investimentos e parcerias que promovam capacitação profissional, ampliando a oportunidade de ingresso no mercado de trabalho, são bem-vindas e estimuladas. Neste momento de retomada da economia, devolver a competitividade e o protagonismo socioeconômico à Mogi é uma das nossas principais metas”, destacou.

A escola teve um investimento inicial de 30 mil euros e gera benefícios para a comunidade local e para a empresa, que passa a contar com profissionais qualificados em um resort da própria rede.

Para participar das próximas turmas, é necessário entrar no site do CRESCER e preencher o cadastro. O próximo ciclo está previsto para começar em junho deste ano.

Sustentabilidade no Club Med: as ações socioambientais nos resorts Brasil

Fundado em 1950, o Club Med tem operações em 40 países ao redor do mundo e cerca de 70 resorts espalhados por todos os continentes. No Brasil, a rede possui três resorts em operação – o Club Med Lake Paradise (Mogi das Cruzes, SP), o Club Med Rio das Pedras (Mangaratiba, RJ) e o Club Med Trancoso (Bahia) – e um em construção, o Club Med Gramado (Rio Grande do Sul).

Club Med School
Club Med School. Foto: Diego Padgurschi | InPress

Além de programas para capacitação e contratação de profissionais locais, garantindo o desenvolvimento das regiões onde está presente, o Club Med tem outros programas de Sustentabilidade:

  • Consumo local: 90% dos produtos de comidas e bebidas consumidos nos resorts Club Med no Brasil são nacionais. O Club Med apoia os agricultores locais e a agroecologia com o programa “Agrisud”.
  • Green Globe: Atualmente, 100% dos resorts do Club Med possuem o selo Green Globe, certificação internacional e independente de turismo sustentável que reconhece os estabelecimentos do setor que se comprometem a melhorar a gestão ambiental e social.
  • Menos Plástico: A meta é eliminar progressivamente o uso de garrafas plásticas nos resorts Club Med. O objetivo mundial é de diminuir 50% de garrafas plásticas até 2025. De 2020 a 2023, houve uma redução de cerca de 14,5 toneladas no consumo de plástico descartáveis nos resorts Brasil.
  • Reduzir o Desperdício Alimentar: O Club Med busca a conscientização de funcionários e hóspedes no consumo de alimento, com uma série de ações que visam a gestão do estoque de alimentos e sistema de serviço empratados para evitar desperdício.
  • Equilíbrio Ecológico: A harmonia e estabilidade entre os ecossistemas também são prioridade para a marca, que promove ações a fim de controlar as emissões de CO2 em seus resorts, em 2023 foi reduzido em 17% a emissão de CO2 por diárias nas unidades do brasil. Entre as iniciativas que o Club Med adota está o uso do Koalla Pellet (biocombustível sólido) para aquecimento da água e a utilização de energia proveniente de fontes renováveis. 

Para mais informações acesse: www.clubmed.com.br