Você já imaginou levar o carro para arrumar e sair de lá pedalando? Essa foi a ideia implantada por Glauco Fiorante, diretor comercial de uma concessionária em São José dos Campos, no interior de São Paulo. Na loja, os clientes que deixam o automóvel na manutenção, têm a opção de pegar uma bicicleta emprestada para voltar para casa ou passear pela cidade.

Fiorante explica que o projeto foi criado rapidamente. Ele pensou no assunto e trinta minutos depois a ideia já tinha ganhado forma para ser aprovada pela marca Mitsubishi. Alguns fatores óbvios serviram de motivação, como o fato de o diretor pedalar e a cidade de São José dos Campos ser bastante propícia ao ciclista. “Em frente à concessionária tem uma ciclovia”, explicou ele.

Como todos os negócios sustentáveis devem ser, é preciso pensar no retorno financeiro do investimento. “Eu pensei na sustentabilidade, no custo da empresa e também na propaganda”, esclarece Fiorante, garantindo que, ter bicicletas rodando com a marca pela cidade, é uma divulgação muito boa.

Funcionando há cinco meses, o Pedala Virage realiza, mensalmente, de 25 a 30 empréstimos de bike. A loja conta com três bicicletas e disponibiliza aos clientes equipamentos de segurança, como capacete e cadeado, caso queiram estacionar em local público. "A empresa oferece a estrutura e o cliente precisa ter apenas a vontade de pedalar", garante o diretor.

A iniciativa foi muito elogiada pela cliente Gina Marques. Sem saber que a loja oferecia este tipo de serviço, ela levou o carro para a manutenção e voltou para sua casa pedalando, depois compartilhou a informação com muitos de seus amigos. Fiorante informa que o uso da bicicleta como meio de transporte pode reduzir os custos da empresa, por descartar a necessidade de oferecer outro automóvel aos clientes, mas que acima de tudo, esta é uma maneira eficiente de locomoção. “70% das pessoas que usam o nosso serviço moram a menos de cinco quilômetros da concessionária”, esclarece. Em distâncias curtas, a bicicleta é um dos meios mais indicados. Além de ter não poluir, ela também ajuda a manter a saúde em dia.

Até o momento, a concessionária paulista é a única que disponibiliza este tipo de serviço, mas o idealizador da proposta garante que ficaria feliz se outras empresas replicassem a ação e incentivassem seus clientes a conhecerem e provarem na prática o uso da bicicleta como meio de transporte alternativo. 

Por Thaís Teisen – Redação CicloVivo

Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.