As ruas estão repletas de cães e gatos abandonados, que muitas vezes desenvolvem sérias doenças por falta de cuidados. Para amenizar este problema, o Instituto Mapaa está fazendo uma “vaquinha virtual” e, com a verba necessária, criar uma clínica móvel de castração – contribuindo para reduzir a superpopulação desses animais.

Além da castração, o grupo deseja realizar cuidados veterinários com segurança nas regiões mais carentes da cidade de São Paulo (SP). Para tanto, a clínica itinerante será adaptada em um ônibus.

De acordo com o instituto, o ônibus-clínica já está quase pronto, mas ainda falta comprar diversos equipamentos. Serão adquiridos: autoclave, termômetro para geladeira, um computador, colchões térmicos, sistema de provisão de oxigênio e ventilação mecânica, anestesia inalatória, monitor multiparâmetros cirúrgico, aspirador cirúrgico, equipamentos de entubação, adesivação do ônibus, pneus dianteiros e um gerador de energia.

“Temos como objetivo educar a sociedade sobre as demais espécies com quem dividimos o nosso dia a dia e a nossa habitação. Os relatórios que emitiremos com essa parceria nos possibilitará prever os resultados das castrações, que só terão efeito a médio e longo prazo. Levaremos também palestras e peças de teatro a comunidades e escolas para que os cidadãos tenham plena consciência da situação dos animais”, afirma o texto da equipe no Kickante, site de financiamento colaborativo. A meta é arrecadar 35 mil reais, contribua e saiba mais sobre a campanha aqui.

Fundado em 2011, o Mapaa trabalha em várias frentes de ajuda aos animais, como resgate na rua, seguido dos cuidados necessários e adoção. Há também um trabalho chamado de “Terapia Assistida por Animais” em que os cães “terapeutas” visitam crianças e idosos em diferentes instituições médicas e casas de repouso, levando alívio, conforto e, claro, muita alegria. Para conhecer mais este trabalho, clique aqui.

Redação CicloVivo