Maior premiação de inovação está com inscrições abertas

Meio ambiente, energia verde e urbanização estão entre as categorias.

wsa premiação
Foto: David Pan | WSA

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e em parceria com o Digitalks Expo, promove no país o World Summit Awards (WSA).

O WSA é uma competição internacional que tem como objetivo selecionar e promover as melhores empresas iniciantes do mundo em conteúdo digital e aplicativos inovadores.

Anualmente o WSA seleciona, promove e divulga os projetos mais criativos, inclusivos e com maior impacto social, bem como que oferece soluções para as Metas de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas.

Nos anos ímpares é selecionado o melhor conteúdo digital de forma ampla. Nos pares, a premiação tem como foco conteúdo e aplicativos para celulares e dispositivos móveis.

As inscrições podem ser feitas até 31 de julho pelo site.

Etapa brasileira

Os vencedores da etapa brasileira serão conhecidos em evento virtual, que acontecerá em 27 de agosto. Esses projetos serão encaminhados para a etapa global do WSA.

O WSA conta com oito categorias internacionais e uma especial local, que premia o melhor projeto em termos de acessibilidade. Confira:

Governo e engajamento do cidadão

• Integrar os cidadãos na administração pública e aumentar o envolvimento;
• Fornecer soluções ricas em conteúdo e conectar os indivíduos, empresas e organizações;
• Permitir acesso de informações, dados e procedimentos e tornar os serviços públicos acessíveis a todos;
• Melhorar e aprimorar significativamente a profundidade dos serviços, a qualidade e os processos democráticos;
• Aumentar a transparência nos processos governamentais e facilitar a participação dos cidadãos e usuários de serviços públicos;
• Simplificar as administrações e promover a eficiência da troca de informações;
• Garantir direitos iguais aos recursos econômicos, acesso a serviços básicos, propriedade e controle sobre a terra e outras formas de propriedade, herança, recursos naturais, novas tecnologias e serviços financeiros adequados, incluindo microfinanças;

Saúde e bem-estar

• Atender às necessidades de saúde de cidadãos e pacientes com aplicativos de conteúdo inovadores;
• Reduzir a taxa de mortalidade materna e mortes evitáveis de recém-nascidos e crianças;
• Prevenção e redução de epidemias como covid-19, AIDS, tuberculose, malária, hepatite ou abuso de substâncias;
• Suporte aos profissionais de saúde, bem como ao público em geral, formuladores de políticas e provedores de saúde, com fácil acesso a dados e ferramentas de comunicação e diagnóstico com soluções e conteúdos técnicos;
• Apoio à pesquisa e desenvolvimento de vacinas e medicamentos, financiamento e recrutamento em saúde, desenvolvimento, treinamento e retenção da força de trabalho em saúde;
• Permitir informações sobre assistência médica, nutrição, medicamentos, doenças e bem-estar através de soluções inteligentes;
• Soluções para aprender sobre saúde e bem-estar, melhorando e aprimorando comportamentos saudáveis, nutrição, higiene, esportes.
• Soluções ricas em conteúdo para aproveitar e facilitar o acesso a esportes, música, entretenimento, estilo e moda.
• Utilizando TICs para hobbies, atividades de lazer e esportes.

Aprendizado e educação

• Fornecer soluções inteligentes para acesso fácil à educação para todos.
• Atender às necessidades de aprendizagem de todos os níveis de aluno e criar comunidades interativas de e-learning e recursos educacionais interativos, personalizados e distribuídos on-line.
• Apoiar a transferência de conhecimentos e o ganho de habilidades de maneira complexa e interativa.
• Ajudar os professores a aprimorar e simplificar o ensino e a criação de materiais e encontrar novos métodos e soluções inovadoras de ensino usando as TIC.
• Aprimorar o treinamento corporativo e o aprendizado ao longo da vida.
• Promover a colaboração global em ciência, para fornecer e demonstrar resultados e valor para a sociedade.
• Eliminar as disparidades de gênero na educação e garantir acesso igual a todos os níveis de educação e formação profissional, incluindo pessoas com deficiência, povos indígenas e crianças em situações vulneráveis.
• Fornecer ferramentas educacionais sensíveis à criança, à deficiência e ao gênero, e ambientes de aprendizagem seguros, não violentos, inclusivos e eficazes.

Meio ambiente e energia verde

• Apoiar a manutenção de ecossistemas, sistemas sustentáveis de produção de alimentos e práticas agrícolas resilientes que aumentam a produtividade e a produção.
• Adaptação às mudanças climáticas, condições climáticas extremas, secas, inundações e outros desastres.
• Utilização de recursos genéticos e conhecimento tradicional associado para agricultura sustentável.
• Facilitação do acesso oportuno às informações do mercado, inclusive sobre reservas de alimentos.
• Apoiar métodos via TIC para melhorar progressivamente a qualidade da terra e do solo.
• Aumentar a produtividade agrícola e apoiar os pequenos produtores de alimentos.
• Eficiência no uso da água em todos os setores e gestão de recursos hídricos em todos os níveis.
• Apoiar e fortalecer a participação em água e saneamento, incluindo coleta, dessalinização, eficiência da água, tratamento de águas residuais, tecnologias de reciclagem e reutilização.
• Aprimorar o acesso à pesquisa e tecnologia de energia limpa, incluindo energia renovável, eficiência energética e tecnologia avançada e mais limpa de combustíveis fósseis.

Cultura e Turismo

• Preservar e apresentar o patrimônio cultural de acordo com os desafios do futuro.
• Demonstrar ativos culturais valiosos de maneira clara e informativa, usando tecnologia de ponta.
• Desenvolver a diversidade de culturas e subculturas e a natureza multilíngue das sociedades.
• Permitir que os viajantes encontrem atrações, sejam informados e esclarecidos, desfrutem de viagens seguras e tenham acesso a informações atualizadas sobre viagens.
• Aprimorar o uso intermodal de transporte público, apoiando a orientação nas cidades e no campo, permitindo que a indústria hoteleira atenda aos clientes e forneça conteúdo baseado em navegação.
• Promover o turismo sustentável que crie empregos e promova a cultura e os produtos locais.
• Salvaguarda e transmissão do patrimônio cultural.
• Promover a diversidade cultural.

Assentamentos inteligentes e urbanização

• Apoiar níveis mais altos de produtividade econômica por meio da diversificação, atualização tecnológica e inovação.
• Apoiar emprego produtivo e trabalho decente para todas as mulheres e homens, inclusive para jovens e pessoas com deficiência, e remuneração igual por trabalho de igual valor.
• Oferecer infraestrutura regional e transfronteiriça, para apoiar o desenvolvimento econômico e o bem-estar humano.
• Aprimorar sistemas de transporte seguros, acessíveis e sustentáveis.
• Implantar planejamento e gestão inclusivos, sustentáveis e integrados de assentamentos humanos.
• Soluções para espaços verdes, públicos, seguros, inclusivos e acessíveis.
• Apoiar vínculos econômicos, sociais e ambientais positivos entre áreas urbanas e rurais.
• Soluções para assistência financeira e técnica, edifícios sustentáveis e inteligentes.
• Aumentar substancialmente o número de cidades e assentamentos humanos adotando e implementando políticas e planos integrados para inclusão e eficiência de recursos.
• Apoiar a adaptação às mudanças climáticas, resiliência a desastres e/ou gerenciamento de riscos.
• Informações do consumidor e/ou acesso inteligente a dados em todos os níveis.

Negócios e comércio

• Suporte e otimização de processos de negócios.
• Soluções Fintech com impacto social.
• Criar novos modelos de negócios em e-commerce e m-commerce.
• Soluções que demonstram um desenvolvimento de inovação incremental ou radical/disruptivo.
• Aplicativos, processos, produtos ou modelos de negócios no setor de serviços financeiros.
• Soluções com relação aos processos de negócios suportados, como informações financeiras, pagamentos, investimentos, financiamento, consultoria e suporte entre processos.
• Soluções para o setor de seguros (“InsurTech”), como varejo, bancos privados e corporativos, bem como seguros de vida e não-vida.
• Soluções business-to-business (B2B), business-to-consumer (B2C) ou consumidor-consumidor (C2C), segurança na internet e outras áreas.
• Serviços complementares, como sistemas de gerenciamento de finanças pessoais, ou soluções competitivas, como, por exemplo, empréstimos ponto a ponto.
• Fornecer segurança de dados para proteger dados financeiros corporativos e de consumidores.

Inclusão e empoderamento

• Apoiar a integração da sociedade da informação global, capacitar a inclusão social, econômica e política de todos, independentemente de idade, sexo, deficiência, raça, etnia, origem, religião ou status econômico etc.
• Capacitar cidadãos e partes interessadas em serviços públicos.
• Reduzir as “divisões digitais” entre comunidades capacitadas e excluídas da tecnologia.
• Garantir a igualdade de oportunidades e reduzir as desigualdades, eliminando leis, políticas e práticas discriminatórias na legislação, políticas e ações a esse respeito.
• Aumentar a resiliência a eventos extremos relacionados ao clima e outros choques e desastres econômicos, sociais e ambientais.
• Apoiar a mobilização de recursos de várias fontes.
• Garantir o acesso de todos a alimentos, educação, informação, dados etc.
• Reforçar a capacidade, em particular os países em desenvolvimento, de alerta precoce, redução de riscos, principalmente à saúde.
• Reduzir a discriminação contra todas as mulheres e meninas e impedir as formas de violência nas esferas pública e privada.
• Aprimorar o uso da tecnologia capacitadora, em particular a tecnologia da informação e comunicação, para promover o empoderamento das mulheres.

WSA

O WSA teve início em 2003, em Genebra, no âmbito da cúpula das Nações Unidas sobre a Sociedade da Informação (WSIS – World Summit on the Information Society) e vem sendo realizado a cada dois anos, sendo coordenado pelo Centro Internacional de Novas Mídias (ICNM – International Center for New Media), de Salzburg, Áustria.

O WSA nasceu com o objetivo de reforçar a mensagem de que as tecnologias da informação e comunicação representam, nos dias de hoje, cada vez mais, ferramental indispensável para o desenvolvimento, seja no plano pessoal, nacional ou global. Por isso, conta com o apoio da ONU e de grandes organizações e empresas internacionais. Qualquer órgão público, empresa, entidade ou indivíduo pode concorrer ao prêmio.

A competição global é resultado de seleções nacionais, envolvendo mais de 180 países, que, em concursos locais, selecionam as melhores práticas e os melhores projetos em oito categorias.