Por Alana Gandra | Agência Brasil

O projeto gratuito Livros nas Praças, idealizado pela Korporativa, empresa que atua no Rio de Janeiro na área do marketing cultural, social e ambiental há mais de 10 anos, resolveu estimular o hábito da leitura durante o isolamento social por meio do empréstimo via sistema delivery (entrega direta ao cliente) de livros.

A ideia foi uma opção ao ônibus-biblioteca do projeto, que não está circulando desde março por conta da pandemia do novo coronavírus, disse à Agência Brasil, a diretora da companhia, Cristina Figueiredo. Com um acervo de mais de dois mil livros para empréstimo, sendo 50% infantojuvenil, 20% infantil e 30% de literatura para adultos, o ônibus está passando por um processo de higienização e adaptação, com redimensionamento interno, compra de totens e estantes, visando retornar a funcionar até o dia 10 de agosto, com a meta de promover mini-feiras literárias nas comunidades e bairros, adiantou Cristina.

O projeto completa oito anos de atividades no dia 7 de novembro, totalizando mais de 300 mil visitantes leitores. Desde 2017, o ônibus-biblioteca Livros nas Praças atende o Instituto Benjamin Constant (IBC/RJ) e o Instituto Nacional de Educação de Surdos (Ines/RJ), com acervo de 60 livros em braile para adultos, 120 com ilustrações em braile para crianças, 60 livros com fonte ampliada e 20 audiobooks.

Livro em casa

O sistema delivery de empréstimo de livros, iniciado esta semana, continuará em operação até o final do ano. Leitores de toda a cidade do Rio de Janeiro podem solicitar títulos por meio da internet. Acesse aqui a lista de obras disponíveis.

São oferecidos livros para crianças, jovens e adultos. Depois de escolher o livro que deseja ler, a pessoa envia uma mensagem para o número de WhatsApp (21) 99419-8869, informando o nome ou o código da obra, além do seu endereço e nome completo. O livro é entregue em casa, gratuitamente, por um serviço diferenciado dos Correios. Cristina informou que, em apenas dois dias, já foram recebidos mais de 30 pedidos.

Cada leitor pode pedir um livro por vez. Após receber a obra em casa, ele tem 30 dias para concluir a leitura, podendo prorrogar o empréstimo caso seja necessário. Na hora da devolução, basta ligar para o telefone do projeto e o exemplar será retirado pelos Correios na casa do solicitante.

Cristina disse, ainda, que para garantir a segurança dos leitores, todas as obras são higienizadas antes de seguirem para a casa dos leitores e também ao retornarem para o projeto. Por se tratarem de objetos de papel, os livros vão passar por um equipamento com radiação ultravioleta, que elimina micro-organismos de superfícies, acrescentou a Korporativa, por meio de sua assessoria de imprensa.