alimentação sem carne benefícios
Foto: Ella Olsson | Unsplash
- Publicidade -

Em 2020, metade da população brasileira reduziu o consumo de carne. Apesar da mudança estar relacionada ao aumento do preço do produto e a piora da situação econômica de grande parte da população, existe uma parcela de brasileiros que fez esta escolha por outras razões. Segundo estudo da Sociedade Vegetariana Brasileira (SVB)  realizado pela consultoria IPEC (Inteligência em Pesquisa e Consultoria), 46% dos brasileiros deixam de lado o consumo de carne pelo menos uma vez na semana por vontade própria.

Pesquisas constatam inúmeros benefícios de uma dieta rica em alimentos vegetais, incluindo proteínas. Uma dieta vegetal previne doenças cardiovasculares, reduz o desmatamento causado pela pecuária, a pressão contra a exploração e morte dos animais, diminui o risco de AVCs e casos de pressão alta, bem como a produção de dejetos poluidores do meio ambiente e dos oceanos. 

Essa constatação é uma tendência mundial: 70% da população mundial está deixando de comer carne, de acordo com o estudo Global Data publicado pela Forbes. Com base nesse cenário, a healthtech Dei Um Tempo, que tem como missão ajudar pessoas que querem se livrar de hábitos indesejados – como o tabagismo e o alcoolismo – lança agora um programa para auxiliar quem quer tirar a carne e os produtos de origem animal do prato. 

- Publicidade -

Quer dar um tempo no consumo de carne?

veganos felizes
Foto: Anna Pelzer | Unsplash

O método Dei Um Tempo é  entregue por meio de um aplicativo exclusivo disponível para Android e IOS, em que os participantes terão a oportunidade de ressignificar a sua relação com o consumo de carne e alimentos de origem animal.

Isso acontece por meio de uma jornada de informação e educação, desenvolvida por especialistas no tema, psicólogos, psiquiatras, nutricionistas e preparadores físicos.

“As jornadas são de 28 ou 90 dias, com duração de 15 minutos por dia. Tudo acontece em rede, com apoio de pessoas que estão no mesmo desafio, e com a assistência da equipe de profissionais da Dei um Tempo. O processo é 100% online e a interação acontece em nossas redes sociais privadas”, explica Marcos Tartuci, CEO e fundador da Dei um Tempo. 

O presidente da Sociedade Vegetariana Brasileira, Ricardo Laurino, reforça que a alimentação à base de vegetais é uma das fortes influencias que o mundo vive atualmente. “São inúmeros os benefícios que essa atitude gera tanto individualmente quanto coletivamente. Nosso propósito é ajudar a lidar com os desafios daqueles que querem reduzir e tirar do cardápio os produtos de origem animal de forma consciente, resiliente, equilibrada e saudável”, explica Ricardo que também é um dos responsáveis pela estruturação da jornada.  

“Como uma das preocupações de quem quer se tornar vegetariano ou reduzir o consumo de carne é o que comer e como cozinhar, convidamos a Chef Ca Botelho, para apoiar os participantes durante todo o processo, com orientações práticas para a compra, armazenamento e ainda 90 receitas exclusivas preparadas especialmente para a jornada”, complementa Tartuci.

dei um tempo cortar carne
Foto: Reprodução | Dei um Tempo

Para incentivar todos que quiserem deixar a carne fora do prato, a jornada de 90 dias será gratuita até o dia 01 de outubro, quando é comemorado o dia mundial do Vegetarianismo.

Os interessados devem acessar o site durante o período da promoção www.deiumtempo.com escolher a jornada carne e digitar o voucher #DESAFIOACEITO no momento da compra online. O valor será zerado e o desafio inicia na mesma data.

- Publicidade -