plantio na cidade
- Publicidade -

Com o objetivo de incentivar a reflexão no contexto desafiador em que nos encontramos, a série Ideias, promovida pelo Sesc São Paulo por intermédio de seu Centro de Pesquisa e Formação (CPF), traz a transmissão ao vivo de debates sobre as principais questões que tensionam a agenda sociocultural e educativa atual. Na próxima quinta-feira (4), o tema é A Cidade como Organismo Vivo: Áreas Verdes e Espécies Vegetais Nativas.

Aproximadamente 90% das espécies vegetais presentes nos centros urbanos são exóticas, ou seja, são originárias de outras regiões e de outros ecossistemas. A presença delas pode impactar negativamente o acesso ao alimento para a fauna local, impedir a multiplicação da flora nativa e causar danos na infraestrutura das cidades. Então, como estimular o uso de espécies nativas nas áreas verdes urbanas? Pensar um planejamento urbano adequado passa por entender as espécies da flora local.

Conhecer as espécies da região também é uma possibilidade de se conectar com a história e com a cultura de um lugar, muitas vezes pouco conhecida ou divulgada, e de se sentir pertencente àquele território. Estas são algumas questões que este debate pretende trazer, para discutir qual o papel das áreas verdes e das espécies nativas nos grandes centros.

- Publicidade -

Participantes:

Nik Sabey – paisagista, ambientalista, ativista e plantador de árvores, é acostumado a plantar desde criança. Fez deste hábito um projeto, o “Novas Árvores por Aí”, que promove o plantio de árvores nativas na cidade.

Juliana Gatti – doutoranda em Arquitetura Paisagística e Ecologia Urbana pela Universidade de Lisboa. Mestre em Conservação da Biodiversidade e Desenvolvimento Sustentável pelo Instituto de Pesquisas Ecológicas – ESCAS. Líder Global para os Direitos das Crianças pela World Forum Foundation. Idealizadora do Grupo Árvores Vivas, que tem como propósito restaurar e promover a conexão de crianças e de toda a sociedade com natureza, por meio de ações que comunicam ciência e experiência prática, sensibilizações afetivas, resgate de memória, promoção da identidade ambiental e arte.

Anderson Santos – atua como biólogo e botânico. Mestre em biodiversidade vegetal e Meio Ambiente, trabalha com pesquisa e ensino de botânica. Realizou mais de 80 expedições pelo Brasil, pesquisando a flora e a relação entre pessoas e natureza. Fundador da Escola de Botânica e apresentador da série de natureza Terra Brasil, em exibição na TV Cultura, Animal Planet e disponível no Amazon Prime Video.

Mediação:

Carol Costa – jornalista, professora de jardinagem e apresentadora de TV. Seu canal, Minhas Plantas, no YouTube, têm mais de 1 milhão de seguidores e seu Instagram é o maior perfil brasileiro de jardinagem. Tem cinco livros sobre o tema, três deles no topo da lista de mais vendidos na área, segundo a Amazon Brasil. É colunista da revista Natureza e da rádio BandNews FM, além de apresentadora da série Plante Você Mesmo, para o Casa GNT. Já deu aula para mais de um milhão de alunos nos cursos gratuitos online de 2020.

Apresentação:

Felipe Gaspari – assistente da Gerência de Educação para a Sustentabilidade e Cidadania do Sesc SP.

Sempre às 16h, as conferências acontecem pelo canal do YouTube do Sesc São Paulo, com participação do público e tradução simultânea para a Língua Brasileira de Sinais (Libras).

- Publicidade -