Visando a formação de uma nova turma de permacultores, a Escola de Permacultura convidou a mestra Adriana Galbiati para realizar o PDC de inverno de 8 a 19 de julho de 2019 na Fazenda das Araucárias, Baependi, região sul de Minas Gerais, Serra da Mantiqueira, Brasil.

Serão mais de 96 horas de aula durante 12 dias intensos de informações, dinâmicas, e experiências rumo à autonomia e sustentabilidade pessoal, social, profissional, ambiental e financeira.

O PDC é o curso de planejamento em permacultura e seu currículo foi desenvolvido por Bill Mollison, cocriador da permacultura.

“Os problemas do nosso mundo estão se tornando cada vez mais complexos, mas as respostas continuam embaraçosamente simples” (Bill Mollison)

A permacultura é um sistema de planejamento para a criação, manutenção e desenvolvimento de comunidades humanas sustentáveis, funcionando de acordo com princípios éticos do cuidado com as pessoas, com a terra e a partilha justa dos excedentes, visando uma adaptação da nossa forma de vida ao cenário futuro de decrescimento de energia.

“Paisagens conscientemente planejadas para representar padrões e relações encontradas na natureza, produzindo alimentos, fibras e energia em abundância e suficientes para prover as necessidades locais” (David Holmgren)

O PDC – “PERMACULTURE DESIGN COURSE”

O PDC é o curso básico, de caráter não formal, aplicado no mundo todo por permacultores aptos a replicarem os conceitos e práticas da Permacultura. Por isso mantém-se a sigla em inglês para o Curso de Design em Permacultura.

Além da aquisição de conhecimentos acerca dos princípios da Permacultura e a aplicação de técnicas sustentáveis na prática, o PDC promove uma profunda ampliação de consciência nos participantes, reconhecendo suas conexões com a Natureza e o papel do Ser Humano nos ciclos e processos naturais.

A partir de cada PDC observa-se a criação e/ou fortalecimento de redes locais de iniciativas sustentáveis que vão gradativamente promovendo uma transformação no modo em que as relações ser humano-natureza se dão em cada localidade.

O PDC capacita os participantes a:

I. Usar os princípios da Permacultura para embasar suas escolhas cotidianas, de forma que a sustentabilidade, a integração e a visão sistêmica faça parte da sua forma de ver o mundo;

II. Identificar e utilizar os recursos disponíveis localmente de forma criativa;

III. Planejar e utilizar sistemas com baixo consumo de energia e baixa geração de resíduos;

IV. Gerar soluções para problemas diversos, a partir da integração de elementos, uso de recursos e tecnologias marginais e sociais;

V. Planejar e facilitar processos coletivos e cooperativos de geração de renda baseados em tecnologias sociais e aproveitamento de recursos.

VI. Produzir alimentos em pequenos e grandes espaços.

VII. Realizar e coordenar trabalhos de planejamento ambiental de pequenos e grandes espaços (Design Permacultural);

VIII. Realizar ações de recuperação ambiental, sistematizando o fluxo de água, devolvendo matéria orgânica ao solo e promovendo a restauração da vegetação, ao mesmo tempo em que se produz alimentos e se promove a satisfação das necessidades básicas de comunidades humanas (alimento, moradia, saneamento, energia, saúde e bem estar).

Fazenda das Araucárias

O curso vai acontecer na Fazenda das Araucárias, zona rural de Baependi, situada dentro de uma área de proteção ambiental (APA da Serra da Mantiqueira), local de uma exuberante biodiversidade da Mata Atlântica e cercados por uma floresta preservada há mais de 40 anos.

Clique aqui para informações completas sobre o curso.

Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.