tingimento natural
Imagem: Reprodução | Manual de Tingimento Natural de Tecidos
- Publicidade -

O “Fios da Moda”, primeiro relatório com dados sobre sustentabilidade e impacto da indústria têxtil no Brasil, lançado neste ano pela Modefica, aponta que 49,9% das pessoas nunca ouviram falar sobre reciclagem de roupas no país, o que demonstra o enorme potencial desse mercado.

O tema gerou o Manual de Tingimento Natural de Tecidos produzido pelos estudantes do curso de Moda da Universidade Veiga de Almeida (UVA).

O projeto elaborado na disciplina Ateliê Têxtil, sob orientação da professora Lucília Ramos, ensina como reciclar roupas e transformá-las em peças de moda e, simultaneamente, conscientiza sobre desperdício de alimentos, tendo como base a economia circular de impacto socioambiental.

- Publicidade -
Imagem: Reprodução | Manual de Tingimento Natural de Tecidos

O manual está disponível gratuitamente neste link e traz 26 formulações para tingimento com uso dos alimentos, como café, hibisco, gelatina de amora, beterraba, entre outros.

A cartilha traz ainda informações sobre todos os cuidados necessários com a peça de roupa após a coloração.

Para estudante Ana Carolina Estolano, que ajudou na criação do manual, o processo de tingimento natural faz com que as pessoas vejam os elementos de casa com outros olhos e percebam que é possível estilizar uma peça antiga do armário com o uso do sumo de um vegetal da cozinha, por exemplo. “A coloração pode durar anos se bem cuidada e também é possível usar fixadores para aumentar a conservação”, ressalta a aluna.

- Publicidade -