abelhas sem ferrão
Foto: Bibafu | CC 3.0

Nativas do Brasil, as abelhas sem ferrão são fundamentais para o equilíbrio dos nossos ecossistemas e também podem ser alternativas de geração de renda. Para ensinar as técnicas de criação de tais insetos a UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) realizará um curso on-line.

Inicialmente, a ideia seria promover o curso presencial, mas com a pandemia foi preciso se readequar. O bom é que agora os internautas de todo o país poderão acompanhar as aulas.

“Iremos abordar a importância das abelhas, diversidade de espécies, biologia das abelhas sem ferrão, estratégias de implantação de meliponários, manejo e multiplicação de colônias e técnicas para exploração de produtos”, explica o professor Rodrigo Zaluski, da Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (Famez), coordenador do projeto.

Foto: UFMS

Produtos nutricionais e farmacêuticos, como mel, própolis, geoprópolis, pólen e cera estão entre as opções no quesito geração de renda direta. Além, é claro, dos diversos serviços ecossistêmicos que elas prestam.

As espécies são bioindicadoras da qualidade do ar, da água e do solo. Além disso, a segurança alimentar do planeta depende destas grandes polinizadoras.

Mas também é possível criá-las unicamente para estimular sua presença na natureza, no seu quintal – em tempos em que tantas estão morrendo intoxicadas por agrotóxicos.

Curso abelhas sem ferrão

As aulas serão realizadas entre 17 de outubro a 14 de novembro sempre aos sábados, às 9h (local), com transmissão na página de Facebook do Grupo de Estudos em Apicultura e Meliponicultura Sustentável da (UFMS): GEAMS.oficial.

Importante: Há uma hora de diferença entre o horário local do estado de Mato Grosso do Sul e o horário de Brasília.

Faça a inscrição (até 16 de outubro) para ter direito ao certificado.