O que acontece nos túneis abandonados da sua cidade? Na capital da Inglaterra um projeto sugere ceder o espaço para os ciclistas. É uma maneira de aproveitar os locais que hoje são inutilizados para criar uma grande estrutura que inclua também pontos de convivência – com estação de compartilhamento de bicicleta e cafeteria, por exemplo.

A ideia é da empresa de design Gensler. As ciclovias subterrâneas seriam feitas principalmente nos trechos próximos as estações do centro de Londres. Batizado de London Underline, o projeto foi premiado como o melhor em um concurso sobre planejamento para a cidade.


Foto: Divulgação

Além de sistema de empréstimo de bicicletas públicas, a ideia é que os moradores também possam contar com cafés e pontos de compras online. O projeto também sugere a implementação de uma tecnologia na pavimentação que aproveitasse a fricção dos pneus das bicicletas para gerar energia nos espaços.

Mas, de onde sairá o dinheiro para investir nesse projeto? Um dos problemas é que os túneis não têm uma extensão tão longa que justifique a verba necessária. Por isso, o escritório sugere vender espaço publicitário para a divulgação de marcas. Seria usado outdoors, colocaria o nome de empresas nas estações e assim pagaria o investimento para tirar o projeto do papel.

A melhor utilização de espaços comuns com aplicação de soluções sustentáveis é comum nos projetos da empresa Gensler. Em 2013, por exemplo, o CicloVivo noticiou a ideia de transformar um aeroporto da Coreia do Sul em uma pequena cidade sustentável, confira aqui.

Redação CicloVivo 

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.