No percurso entre Vitória e Vila Velha, no Espírito Santo, começaram a rodar ônibus adaptados para bicicletas. O novo sistema está operando desde a última segunda-feira (18) com dois pontos de embarque e desembarque.

Ainda em fase de testes, o trajeto é ligado pela Terceira Ponte, ou seja, o transporte é uma alternativa para atravessar o local, que não possui ciclovia.

“A ponte tem uma rampa muito longa e inclinada, por isso, uma ciclovia nela seria inviável. Pensamos no ônibus como uma solução para os ciclistas ou para o usuário na redução do tempo de viagem, de Vitória a Vila Velha, criamos uma infraestrutura cicloviária que liga os dois municípios”, contou a subsecretária de mobilidade urbana, Luciene Becacici.

O veículo possui lugares adaptados para até 17 bicicletas e seus respectivos donos. O serviço funcionará todos os dias, a partir das seis horas, tendo retorno garantido até às 20h30. Os ônibus têm mecanismos próprios para a fixação das bicicletas, que viajam travadas.


Fred Loureiro/Divulgação

Cada passagem custa R$ 1,25 – valor que foi motivo de reclamação por parte de alguns ciclistas que utilizaram o serviço. Além dessa questão, o sistema, batizado de BikeGV, recebeu outras críticas, apontadas pela reportagem do G1: o fato de o ônibus ter apenas escada ao invés de rampa (o que facilitaria para o ciclista entrar e sair com a bike), as estruturas de fixação de bicicletas não serem compatíveis com modelos esportivos, deixando algumas “soltas” demais, e a própria falta de ciclovias na cidade.

Segundo a Companhia de Transportes Urbanos da Grande Vitória (Ceturb/GV), todas as sugestões serão consideradas para melhorar o serviço. Os capixabas podem desfrutar do serviço, localizando os pontos de ônibus na Avenida Carioca (ao lado do Terminal do Transcol), em Vila Velha, e outro na Praça da Ciência, em Vitória.


Fred Loureiro/Divulgação

Redação CicloVivo

Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.