Alguns pontos estratégicos do Centro de Curitiba terão calçadas verdes. São ampliações das áreas de calçadas com pintura feita com tinta verde e balizadores presos ao piso. Desta forma, o aumento das calçadas é feito de forma rápida e econômica, sem a necessidade de obras mais complexas.

Os cinco primeiros cruzamentos de Curitiba que terão calçadas verdes são: Rua Carlos de Carvalho com Alameda Cabral; Rua Cândido Lopes com Rua Ébano Pereira, perto da Biblioteca Pública do Paraná; Rua Cândido Lopes com Avenida Marechal Floriano Peixoto, junto à Praça Tiradentes; Rua Inácio Lustosa com Rua Mateus Leme; e Rua Inácio Lustosa com Avenida Cândido de Abreu. As pinturas começam a ser feitas em março.

Alguns cruzamentos também vão receber novas faixas de pedestres, rebaixamento do meio fio para assegurar a acessibilidade e nova sinalização vertical. Futuramente, também poderão ser instaladas floreiras e outros equipamentos públicos nesses locais.

“Esse tipo de intervenção amplia o espaço de circulação para quem anda a pé, diminui a extensão das travessias e melhora o ângulo de visão, tanto para pedestres quanto para os motoristas, reforçando a segurança para todos”, afirma o presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc), Sérgio Póvoa Pires.

calcada_verde_curitiba

Técnicos do Ippuc e da Secretaria de Trânsito (Setran) fizeram estudos conjuntos. Coube ao Ippuc elaborar os projetos das Calçadas Verdes que serão implantadas dentro da chamada Área Calma – que possui limite de velocidade de 40 km/h –, na região central de Curitiba. A Área Calma conta com cerca de 200 cruzamentos e, num futuro próximo, dezenas deles poderão receber novas Calçadas Verdes. “Escolhemos esta região para a implantação do projeto porque a Área Calma foi criada dentro de um conceito de redução de velocidade, compartilhamento do espaço e prioridade ao pedestre”, explica o engenheiro Márcio Augusto de Toledo Teixeira, coordenador de Mobilidade Urbana e Transportes do Ippuc, setor responsável pela elaboração do projeto.

O projeto de implantação das Calçadas Verdes envolve o esforço conjunto de cinco órgãos da Administração Municipal. Além do Ippuc e da Setran, participam as secretarias de Meio Ambiente, Obras Públicas e de Governo Municipal.

Da Prefeitura de Curitiba