Um dos polos gastronômicos mais importantes da Itália, Bolonha é uma cidade que quer incentivar seus moradores a adotarem a bicicleta, o transporte público ou simplesmente a caminhada como principais meios de locomoção -, deixando o automóvel em casa. Para isso, lançou um programa de benefícios.  

Se para uns andar a pé ou de bike é um prazer, para outros é preciso ter um “empurrãozinho”. E foi pensando nisso que foi criado, em 2017, o Bella Mossa, um programa onde a pessoa baixa um aplicativo e vai armazenando os trajetos realizados. Cada jornada vai sendo transformado em pontos que depois viram recompensas. Na tela do celular também é possível conferir o impacto da ação individual: ele mostra quanto de CO2 deixou de entrar na atmosfera.

Cerveja, sorvete e até ingressos para cinema estão entre os itens que podem ser resgatados. Além de descontos em lojas e serviços. O projeto foi desenvolvido por um urbanista chamado Marco Amadori e, em entrevista à BBC, ele afirmou que foi a primeira vez que conseguiu envolver as pessoas em uma ideia do tipo. As empresas que participam são compensadas pela prefeitura local.

O programa funciona apenas entre abril e setembro, ou seja, começa na primavera e se estende até o fim do verão. Apesar de ter sido criado para os moradores, turistas e visitantes também podem aderir.