barco autônomo Rio de Janeiro
Imagem: Divulgação
- Publicidade -

Uma embarcação autônoma ecológica vai começar a fazer o transporte de passageiros pelos canais de água do Rio de Janeiro em dezembro de 2022. O novo projeto de mobilidade urbana é fruto de uma parceria entre o Hotel Urbano – Hurb, plataforma de viagens, e a TideWise, empresa latinoamericana do segmento de barcos autônomos. 

A nova parceria vai explorar algumas rotas hidroviárias da cidade para conectar atrações turísticas e polos importantes, como o Pão de Açúcar e o centro do Rio e a Península na Barra da Tijuca e a estação de metrô Jardim Oceânico.

A embarcação vai transportar os colaboradores do Hurb, na rota de passageiros entre a sede da empresa, na Península da Barra da Tijuca, e a estação Jardim Oceânico do metrô, em percursos de ida e volta com duração de cerca de 20 minutos em cada trecho, com capacidade para 15 pessoas e bicicletas. A previsão é que as embarcações sejam abertas para o transporte do público em geral entre março e junho de 2023.

- Publicidade -
barco autônomo Rio de Janeiro
Imagem: Divulgação

“A proposta está alinhada com o que está sendo feito ao redor do mundo, porque há um consenso mundial para que as regulações com o uso dessa nova tecnologia sejam similares, garantindo condições seguras para a operação”, explica o CEO da TideWise, Rafael Coelho, engenheiro naval e especialista em embarcações autônomas.

As embarcações autônomas podem ser operadas localmente ou remotamente, não há uma ausência de condução, mas o uso de automação nas execuções repetidas.

O sistema será 100% elétrico e por isso não emitirá gases poluentes. Painéis fotovoltaicos, que serão instalados tanto na embarcação quanto no píer de atracação (localizado na Península), que será utilizado como estação de recarga contribuirão para o carregamento das baterias diminuindo ainda mais o impacto ambiental da iniciativa.

Além disso, a tecnologia utilizará métodos de Inteligência Artificial (IA) para detectar óleo e poluição na água durante a navegação, contribuindo assim para os agentes reguladores em medidas de controle ambiental.

barco autônomo Rio de Janeiro
Imagem: Divulgação

Batizado de Arya, o barco usa sensores a laser (LiDAR), radares e sistemas de câmeras, os Awas serão capazes de navegar de maneira segura compartilhando as mesmas hidrovias das embarcações convencionais.

Sua comunicação é feita via satélite, 4G ou link de rádio com alcance de até 18 Km, o que permite ao operador monitorar e controlar a embarcação com precisão e segurança em tempo real.

Para seus idealizadores, o barco será uma nova opção de mobilidade urbana capaz de poupar o tempo das pessoas e integrar a malha urbana já existente. Embarcações similares já estão em início de operação em outros países como “Roboat”, em Amsterdã, na Holanda. No Brasil, o Awa será o primeiro modelo em operação, com o know-how da TideWise.

Segundo o fundador e Co-CEO do Hurb, João Ricardo Mendes, a ideia é que o uso dos barcos seja uma experiência positiva para os funcionários da empresa e que ajude a chamar a atenção para a necessidade de preservação do local. “Além da comodidade, a iniciativa é totalmente sustentável e vai chamar a atenção para a questão da preservação ambiental a partir da visibilidade que esperamos que ela alcance”, afirma.

barra da Tijuca Rio de Janeiro
Barra da Tijuca. Foto: Pixabay

LEIA MAIS:

- Publicidade -