Pás de turbinas eólicas viram bicicletários na Europa
Foto: Chris Yelland / Twitter
- Publicidade -

Enquanto alguns países estão apenas começando a aproveitar seu potencial eólico, outros já estão substituindo turbinas antigas por modelos mais novos e eficientes. Com isso, surgiu a questão: o que fazer com as pás das turbinas, um imenso material de difícil reciclagem?

A tecnologia de energia eólica cresceu rapidamente nos últimos 15 anos. Dada a vida útil de 20 anos – das atuais pás de turbinas eólicas – elas precisarão ser descartadas em um futuro próximo. Pensando nisso, empresas do setor criaram o programa Re-Wind, que apoia pesquisadores de várias partes do mundo a buscarem alternativas para reuso dos materiais das turbinas. O projeto explora o potencial de reutilização das lâminas das pás em estruturas arquitetônicas e de engenharia. 

Uma das soluções foi desenvolvida na Dinamarca pelo engenheiro civil Brian Rasmussen, que transformou o material em um abrigo para bicicletas.

- Publicidade -

O Re-Wind também tem utilizado a Irlanda como campo de testes e já instalou por lá um bicicletário à exemplo da Dinamarca. 

A equipe também projetou outras estruturas de reuso, como passarelas de pedestres, pontes e barreiras sonoras, reutilizando o material.

Conceito de ponte para pedestres desenvolvido pelo projeto Re-Wind.

“Se encontrarmos um método de reutilização e reciclagem socialmente aceitável para os materiais não biodegradáveis ​​das pás das turbinas eólicas, poderemos dar uma contribuição significativa para o seu desenvolvimento. Sabemos que a energia eólica fornece uma fonte sustentável de eletricidade, o que este projeto visa fazer é tornar as próprias turbinas mais sustentáveis”, afirma Paul Leahy, professor de engenharia de energia eólica na University College Cork, que participa do Re-Wind.

- Publicidade -