Skaeve Huse
- Publicidade -

Na Holanda, pessoas com problemas psiquiátricos ou com dependência química podem viver em centros especiais de acolhimento. Um modelo de aluguel comum é o chamado “Skaeve Huse” – desenvolvido na Dinamarca, já possui diversas unidades no país das flores e bicicletas. Em 2017, a empresa de arquitetura Studio Elmo Vermijs e a companhia imobiliária The Trudo Housing se uniram para levar mais alegria e sustentabilidade ao projeto. O resultado é uma pequena e aconchegante vila colorida equipada com energia solar construída na cidade de Eindhoven.

As casas são projetadas para indivíduos que sofrem de doença mental, toxicodependência ou qualquer pessoa que simplesmente tenha problemas em conviver em um ambiente doméstico tradicional.

Medindo apenas 33 m2, as residências são minúsculas, seguindo uma tendência conhecida como tiny house. Cada unidade possui uma entrada, sala com cozinha e banheiro. O fato de serem altas ajudam a ampliar a sensação de espaço.

- Publicidade -

Muitas vezes feitas em contêineres, as Skaeve Huse, geralmente, são abrigos temporários, mas neste projeto buscou-se criar de fato uma comunidade onde os moradores possam usufruir das casas por tempo indeterminado. Além de sustentável, a energia solar reduz gastos com contas de luz, afinal, o sol pode ser a fonte para suprir as necessidades energéticas dos habitantes. Também foram instaladas grandes janelas, o que propicia a entrada de ventilação e luz natural.

Vários aspectos do projeto chamam atenção. Tais como as linhas exteriores das casas serem inclinadas, a pintura colorida (que tornam o ambiente mais alegre) e o local de construção ser um espaço cercado por árvores. Também foram criados caminhos que guiam uma casa para outra. Desta forma, apesar de cada residência ter sua privacidade garantida, ela não é isolada. Pelo contrário, os arquitetos buscaram criar de fato a ideia de pertencimento em comunidade, algo essencial para estimular o convívio social e a criação de novos vínculos.

Studio-Elmo-Vermijs-Tiny-Home-Village2-1020x610
Studio-Elmo-Vermijs-Tiny-Home-Village3-1020x610
Studio-Elmo-Vermijs-Tiny-Home-Village4-1-1020x610
Studio-Elmo-Vermijs-Tiny-Home-Village5-1020x610

Regras e resistências

A maioria dos residentes das Skaeve Huse são homens mais velhos, segundo o jornal holandês de Gelderlander. Apesar de estarem passando por situações complicadas, todos precisam se cuidar e seguir regras. Se causarem incômodo à vizinhança, o aluguel pode ser rescindido.

Infelizmente, não é incomum que moradores sejam contra a instalação de tais casas em seus bairros. Uma matéria do jornal Dagblad van het Noorden, publicada em setembro de 2020, ressalta a preocupação da população de uma pequena cidade holandesa. Contrários ao projeto de construção de dez casas unifamiliares, cerca de 30 moradores enviaram uma carta ao conselho municipal. “Eles temem que o valor de suas casas e a qualidade de vida em sua vizinhança caiam e eles temem pela segurança de si mesmos e de seus filhos”, diz o texto. Entretanto, a mídia local também já destacou que o medo de perturbações não se concretizou, por exemplo, na vila colorida, que destacamos acima. Anos após a inauguração, vizinhos e até comerciantes locais (contrários inicialmente) não tiveram razões para reclamar.

Studio-Elmo-Vermijs-Tiny-Home-Village8-1020x610
Studio-Elmo-Vermijs-Tiny-Home-Villagec1-1020x610
Studio-Elmo-Vermijs-Tiny-Home-Villagec2-1020x610

Fotos: Estúdio Elmo Vermijs

- Publicidade -