O projeto “Plantando na Cidade” é uma iniciativa desenvolvida pelo professor Marcos Victorino, da Faculdade Cantareira, de São Paulo. A ideia é trazer uma horticultura sem solo, ou seja, uma horta em terraço. O projeto traz uma solução barata e eficaz para trazer mais verdes às grandes metrópoles, que sofrem com a falta de espaço por conta do crescimento urbano.

O “Plantando na Cidade” é um projeto de hortas suspensas sobre telhas em espaços pouco valorizados da metrópole, como lajes e quintais em terrenos de imóveis comerciais ou residenciais. As hortas foram plantadas no Colégio Jardim São Paulo, na Zona Norte, e no próprio campus da Faculdade Cantareira, no bairro do Belém, ambos na capital paulista, além de atendimento a projetos particulares.

A produção da horta do colégio tem a participação dos alunos do ensino fundamental e vai direto para a merenda das crianças. As verduras e legumes também são consumidos localmente, na região do bairro do Belém. Esse é um dos benefícios: os vegetais vão direto da terra para o prato. Na Faculdade Cantareira, os próprios alunos do curso Superior de Agronomia cuidam, consomem e realizam pesquisas nas hortas.

O método da produção nas telhas pode ser adaptado para qualquer espaço, desde que haja incidência de sol.  A horta pode ser construída com telhas a partir de um metro de comprimento. Uma telha de quatro metros custa em média R$ 150. Ainda há o custo com terra e sementes, normalmente encontradas a um preço acessível. O que barateia este sistema de horta suspensa é que a própria telha garante uma impermeabilização adequada. O escoamento da água deve ser feito diretamente para uma calha ou ralo existentes no local.

A horta pode ser irrigada manualmente ou também pode ser instalado um sistema de gotejamento para a manutenção diárias das plantas.

Redação CicloVivo

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.