O “Emerging Ghana” é um projeto, criado pela empresa de arquitetura Blaanc, com o objetivo de criar uma casa ecológica com preço acessível à classe média emergente de países subdesenvolvidos.

O projeto, que contou com a colaboração do arquiteto João Caeiro, foi o vencedor do prêmio internacional de design “Open Source House”. O “Emergin Ghana” é uma construção de baixo custo, capaz de acomodar uma família. Através de um design ecológico, a construção permite melhor aproveitamento dos elementos naturais e sua estrutura pode ser feita com materiais e trabalhadores locais. O custo médio da edificação é de apenas US$ 12.500.

O prêmio “Open Source House” desafiou arquitetos a projetarem casas sustentáveis, com valores acessíveis. O intuito da competição é tornar os projetos realidades que possam melhorar a qualidade de vida das pessoas que moram em más condições.

O projeto da Blaanc correspondeu perfeitamente aos requisitos a que foram desafiados. A estrutura da casa, permite a ventilação natural e utiliza materiais baratos e de fácil acesso. As paredes foram feitas de terra socada, madeira Dahoma e bambu, que é encontrado em abundância na região. Após um treinamento, os próprios moradores se tornam aptos a construir suas casas e, assim, adquirir novas habilidades, podendo se tornar uma profissão.

A casa é simples e muito eficiente energeticamente. A direção da construção é capaz de fornecer sombra e luz para o seu interior e melhorar a ventilação natural. O tanque de água, colocado no telhado, pode fornecer água quente para uso na cozinha e banheiro. A água da chuva pode ser coletada para uso interno ou para o jardim e o lixo orgânico pode ser composto no próprio quintal.

O projeto ainda não foi construído, mas a expectativa é de que ele seja edificado ainda neste ano.