Patrick Dougherty, um veterano na arte ecológica, criou a “Ballroom”, uma escultura elaborada com galhos e instalada em Federation Square, em Melbourne. A obra é inspirada na Catedral de St. Paul, que fica na região do polo cultural australiano.

Mais de dez toneladas de galhos de salgueiro foram utilizadas na construção da nova escultura do artista Patrick Dougherty, nascido em Oklahoma, nos EUA. A “Ballroom” levou apenas três semanas para ficar pronta. Ela possui uma cúpula interna e janelas curvadas, para permitir a entrada da luz do sol. A inspiração para a obra é a Catedral de St. Paul, localizada nas imediações de Federation Square. Foi utilizada uma estrutura de metal para dar sustentação à escultura de galhos.

Os australianos consideram o salgueiro como uma praga arbórea, uma vez que suas raízes atingem os canos subterrâneos, prejudicando o sistema de esgotos das cidades. Embora as raízes sejam inimigas das redes subterrâneas, Dougherty provou que, ao menos, estas árvores tem um enorme potencial artístico a oferecer.

A obra ficará exposta até o início do ano que vem, e a realização do projeto fica por conta da própria administração da Federation Square, polo de efervescência cultural de Melbourne, que agrega museus, cinemas, teatros e restaurantes.

Patrick Dougherty tem mais de 200 criações ecológicas e nomeou sua técnica como stickwork. Ele desenvolve diversos materiais com galhos de árvores – desde telhados, cabanas, até trabalhos mais complexos, como moradias sustentáveis e esculturas. Com informações do InHabitat.

Redação CicloVivo

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.