- Publicidade -

Pouva Khazaeli Parsa, um dos arquitetos mais importantes do Irã, mestre em arquitetura pela Universidade Azad Teerã, criou um abrigo ecológico, que pode ser usado como habitação de emergência, feito de bambu e outros itens naturais.

Para criar o modelo, Parsa decidiu usar o bambu por ser uma planta comum à região, fato que torna a construção barata, prática e ecologicamente correta. Para desenvolver o modelo do projeto foram utilizados setenta e dois bambus.

A planta foi cortada dois dias antes de ser usada. Isso garantiu que elas ainda se mantivessem macias e flexíveis durante a construção, para que só posteriormente se tornassem rígidas.

- Publicidade -

Para que a cúpula não fosse fixa ao chão, foi criada uma estrutura com tubos de gás, adquiridos no mercado local.  Ao fazê-lo, criou-se a possibilidade de deslocá-la simplesmente tirando os bambus das tubulações e instalando-os novamente em outro local.

Esta obra distintiva serve como abrigo e habitação de emergência, além de ter um excelente custo benefício. O valor total gasto com o projeto, que possui cerca de 40m²,  é de 700 euros. A estrutura também oferece resistência razoável contra as forças horizontais, como fortes ventos ou terremotos.

Por toda a sua praticidade ela pode ser construída por não-profissionais e, com a ajuda de três pessoas, a habitação fica pronta em apenas dois dias.

Para completar a membrana protetora, foram coletados cachos de arroz cultivados em um dos muitos campos de região, que sobrepostos serviram para cobrir a estrutura.

Um grande benefício do uso de arroz para essa finalidade é que quando eles se molham na chuva, se expandem não permitindo que a água passe através da membrana. Por outro lado, em clima ensolarado e quente; que se tornam secos, permitem a passagem de vento através de pequenos furos, proporcionando ventilação fresca e natural. No entanto, em todas as partes do mundo, o material local, seja este ou outro, pode ser utilizado, alterando a aparência da estrutura e garantindo custos baixos.

Confira o vídeo da construção.

[VIDEO:estrutura_de_bambu]
Siga as últimas notícias do CicloVivo no Twitter

- Publicidade -