- Publicidade -

Uma escultura de metal que gira com a força do vento vem chamando a atenção de quem passa pelo bairro Novo Campeche, em Florianópolis, atraindo muitos olhares curiosos.

O equipamento é, na realidade, uma turbina eólica da marca norte-americana Helix Wind, numa versão menor das que serão posteriormente instaladas no topo das duas torres residenciais do inovador condomínio Neo Next Generation, que está sendo erguido a poucos metros dali.

Bem diferente das enormes hélices das turbinas eólicas tradicionais, o equipamento possui dimensões reduzidas e se destaca pelo design vertical de alta tecnologia e com forte apelo estético, que aproveita ao máximo a força do vento para gerar energia limpa, completamente livre da emissão de carbono.

- Publicidade -

Trazido para o Brasil pelo empreendedor e urbanista Jaques Suchodolski, idealizador do projeto do Neo, o equipamento foi instalado apenas a título de demonstração e visualização desta tecnologia sustentável.

As duas turbinas do condomínio terão a mesma estrutura, mas com o dobro do tamanho da atual, alcançando 1,20 metro de diâmetro e seis metros de altura. Cada uma será capaz de gerar cerca de cinco kilowatts de maneira silenciosa e segura, numa configuração ideal para a  instalação em residências e edifícios.

Com previsão de entrega das obras em março de 2012, o condomínio Neo Next Generation será o primeiro empreendimento residencial no Brasil a contar com um gerador próprio de energia eólica. Utilizando os mais modernos conceitos de sustentabilidade, o projeto prevê o uso de energia limpa para o aquecimento da água de todos os 24 apartamentos, resultando em uma economia de 50% na conta de luz para os proprietários. Além da energia eólica, o condomínio contará com uma estrutura de reaproveitamento de água da chuva e estação de tratamento de água.

- Publicidade -