casa taipa de pilão
Foto: JAG studio
- Publicidade -

Uma casa feita com terra e madeira no Equador une técnicas ancestrais com o conforto do século 21. Edificada no topo de um terreno acidentado em Conocoto, bairro de Quito, a residência se funde com a natureza ao redor. A primeira sensação que a construção traz certamente é de paz e tranquilidade, como a “Casa no Campo” eternizada na voz de Elis Regina.

A residência, apelidada de Casa Jardín, é de taipa de pilão – um método construtivo em que a terra é batida e comprimida em caixas de madeira. A técnica milenar pode soar ultrapassada, mas não há nada mais atual do que apostar em materiais naturais em projetos arquitetônicos. 

Outro elemento bastante presente no lar é a madeira. O material está presente em toda a estrutura da casa, do piso ao teto e até nos móveis. A madeira consegue criar um espaço mais harmônico sem deixar de lado o aconchego que todo lar precisa para ser confortável. 

- Publicidade -
Fotos: JAG studio 

A predominância de tons terrosos também contribui para a organização visual, uma vez que a casa é pequena e composta por um cômodo único. A separação de ambientes se dá pela composição dos móveis. De um lado funciona um quarto e escritório e do outro uma sala-cozinha. Com amplas janelas envidraçadas, ambos espaços dão vista para a natureza ao redor. 

No exterior da casa, colunas de madeira e cobertura vegetal formam a varanda. O espaço é decorado com vasos de plantas, poltronas e uma rede para relaxar enquanto aprecia o ar puro. 

Fotos: JAG studio

Agora o mais curioso é o banheiro, instalado fora de casa. Já imaginou tomar banho no mato todos os dias? Pois o chuveiro foi colocado dentro de uma estufa de plantas. Mais peculiar ainda é o banheiro para as necessidades básicas: um vaso sanitário envolto em uma estrutura de vidro e, portanto, transparente. Desta forma, o desinibido morador usa o “trono” em meio ao banheiro natural. Os resíduos são filtrados e compostados no local. 

A casa de taipa de pilão foi projetada pelo escritório de arquitetura equatoriano Al Borde, vencedor de prêmios com o 100+ Best Architecture Firms 2019, Panorama Iberoamericano de Obras, XI BIAU, entre outros.

- Publicidade -