Baseados em importantes estudos científicos sobre o aumento da capacidade de aprendizagem e criatividade através da Meditação Transcendental, a Maharishi International University (MIU) desenvolveu toda sua metodologia de ensino com essa abordagem holística.

A técnica faz parte da grade curricular, inclusive nos cursos de tecnologia, desde a fundação da instituição em 1973, e, desde então, se tornou referência mundial.

“A Meditação Transcendental melhora o funcionamento do cérebro, além de reduzir o estresse e a ansiedade. A comprovação vem de estudos científicos conduzidos em mais de 250 universidades e instituições de pesquisa, em 33 diferentes países. Todos chegaram a mesma conclusão: o aluno com cérebro mais focado e sem o estresse e a ansiedade comuns da vida acadêmica tem sua performance nos estudos e vida profissional bastante potencializada”, explica Gregory Guthrie – Ph.D, professor e diretor emérito da MIU. 

“Todos os nossos alunos e professores praticam a técnica por 20 minutos, duas vezes ao dia. Acreditamos que a melhor formação a oferecer é desenvolver simultaneamente, além das habilidades técnicas, o corpo, a mente, o coração e a consciência”, conta o diretor.

Elaine Guthrie, diretora do Mestrado em Ciência da Computação da MIL, fala sobre o estímulo para os alunos superarem suas expectativas. “Nossos alunos já são reconhecidos como profissionais que alcançam uma performance acima da média e, por isso, somos procurados por centenas de empresas importantes para uma atuação remunerada deles. É um processo que faz parte da formação de nosso mestrado”.

Foto: Divulgação

Vagas concorridas

Os alunos da MIU trabalham em empresas como Microsoft, Apple, Google, Amazon.

É grande a procura pelo Mestrado em Ciência da Computação da universidade por estudantes e profissionais de tecnologia. Atualmente, o programa conta com mais de 1.100 alunos, de 70 países, dentre eles, 20 brasileiros.

“A meditação nos ajuda bastante a manter a concentração nos estudos e na vida, além de lidar com momentos de stress com mais leveza”, conta Daniel Guimarães, 33 anos, de Recife (PE), que cursa o mestrado com sua esposa, Anne Guimarães, 34.

Para Thiago Abreu da Silva, 35 anos, de Florianópolis (SC), a técnica também o tornou mais tranquilo frente aos momentos de tensão. “Também me faz sentir mais energético quando estou cansado, após muitas horas de estudo ou trabalho”, completa ele. 

Vista aérea da Maharishi International University (MIU)
Foto: Divulgação

Estudos científicos

Para conhecer todos os estudos científicos sobre os efeitos da Meditação Transcendental no desenvolvimento humano, acesse o site da MIU