- Publicidade -

O WWF espera que o Papa Francisco, ao se dirigir aos milhões de jovens católicos que devem participar da Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro, de 23 a 28 de julho, aproveite a oportunidade e, durante a celebração e seus ensinamentos sobre pobreza e paz, insira uma mensagem especial sobre a importância de se salvaguardar o meio ambiente.

"O respeito do Papa Francisco pela natureza e seu forte apelo em prol do desenvolvimento sustentável têm marcado seu pontificado desde o primeiro momento. Conforme indica sua opção por um nome que homenageia São Francisco de Assis, o Pontífice nos trouxe muita esperança de que seja um mensageiro global da proteção ambiental em todo o mundo," afirmou Dekila Chungyalpa, diretora do programa Terra Sagrada. "Líderes religiosos são fundamentais para a defesa do meio ambiente. Num mundo onde 80% da população seguem uma religião, os líderes religiosos são convincentes na propagação da mensagem e têm o poder de mover montanhas em suas comunidades", completa.

Dekila estará presente na Jornada Mundial da Juventude e fará parte do painel do Fórum Social da Juventude Viva, no qual será discutida a conexão entre a religião e a conservação ambiental.  Este será um painel específico para chamar atenção para o nexo entre religião e meio ambiente.  O debate está programado para 24 de julho, das 15h às 17h30, no Centro de Referência da Juventude localizado na Avenida Dom Helder Câmara Nº 1184, em Manguinhos, no Rio de Janeiro.  Para mais informações sobre esse evento, clique aqui

- Publicidade -

O especialista em conservação ambiental, Claudio Maretti, participará desse painel e irá explicar o papel que a Amazônia desempenha para a população local e de todo o mundo.

A Amazônia é a maior área de floresta tropical e é fundamental no fornecimento de serviços ambientais (água, madeira e produtos madeireiros e não madeireiros) e na regulação dos padrões climáticos globais. "Num cenário em que todas as nações, principalmente as que são pobres, sofrem a imposição das mudanças climáticas e têm necessidade de adaptação (climática), os países, empresas e cidadãos precisam ver a natureza como um bem que nos possibilitará enfrentar as dificuldades futuras. É preciso adotar ações concretas para assegurar e manter o equilíbrio ecológico do bioma Amazônia e de todos os demais ecossistemas", afirma Maretti, que também é coordenador da “Iniciativa Amazônia Viva”.

"Entendo que seja importante, para os católicos, cuidar da natureza como uma criação divina, bem como evitar colocar uma carga extra sobre os pobres. Por isso, fazemos um apelo aos jovens católicos de todo o mundo para que cuidem da natureza, mediante a adoção de opções individuais mais conscientes e da expressão de seu forte apoio à conservação ambiental da Amazônia, da qual todos nós dependemos", conclui Maretti.

Em parceria com os organizadores da Jornada Mundial da Juventude, WWF irá também mostrar vários vídeos sobre o tema da conservação ambiental, que serão transmitidos antes da missa sagrada a ser rezada pelo Papa Francisco. Clique aqui para ver os vídeos.

O WWF é a única grande organização ambiental que trabalha diretamente com líderes e instituições religiosas em todo o mundo. O Programa Terra Sagrada é uma plataforma de diálogo e capacitação de lideranças religiosas para ajudá-las a liderar suas comunidades na proteção da vida silvestre, dos recursos naturais e dos ecossistemas.

 

- Publicidade -