Um número sem precedentes de 21 tipos diferentes de pegadas de dinossauros foram identificados em um trecho de 25 quilômetros da costa da Península Dampier em Walmadany, apelidado de “Jurasic Park da Austrália”.

Uma equipe de paleontólogos da Escola de Ciências Biológicas da Universidade de Queensland e da Escola de Ciências da Terra e do Meio Ambiente da Universidade James Cook enfrentaram tubarões, crocodilos, marés cheias e a ameaça do desenvolvimento para desvendar a mais diversa coleção de pegadas de dinossauros do mundo na remota região de Kimberley da Austrália Ocidental. As rochas têm de 127 a 140 milhões de anos de idade.

“É extremamente significativo achar o primeiro registro de dinossauros não-aviários na metade ocidental do continente e fornecer o único vislumbre da fauna de dinossauros da Austrália durante a primeira metade do Período Cretáceo Inferior”, disse Dr. Steve Salisbury, autor principal do projeto.

“É um lugar tão mágico, o próprio Jurassic Park da Austrália, em um ambiente espetacular no deserto”, acrescentou.

Steve_Salisbury_Richard_Hunter_small
Reprodução / Univesity of Queensland

Em 2008, o governo do oeste da Austrália selecionou a região como o local preferido para a instalação de uma planta de processamento de gás natural líquido de US $ 40 bilhões. O povo aborígene Goolarabooloo, que tem a custodia do local, entrou em contato com o Dr. Salisbury e sua equipe, que dedicou mais de 400 horas para investigar e documentar as trilhas de dinossauros. “Precisávamos do mundo para ver o que estava em jogo”, disse o chefe dos Goolarabooloo, Phillip Roe.

As trilhas de dinossauros se estendem ao longo da costa e, em seguida, para o interior de 450 km.

 

Salisbury disse que questões políticas envolventes tornaram o projeto “particularmente intenso”, e ele ficou aliviado quando a lista de Patrimônio Nacional foi concedida à área em 2011 e o projeto de gás entrou em colapso em 2013.

“Existem milhares de pegadas ao redor de Walmadany. Destas, 150 podem confiantemente ser atribuídas a 21 tipos de pegadas específicas, representando quatro grupos principais de dinossauros “, disse Salisbury.

Anthony_Romilio_Linda_Pollard_casting_small
Reprodução / Univesity of Queensland

“Havia cinco diferentes tipos de trilhas de dinossauros predadores, pelo menos seis tipos de trilhas de saurópodes herbívoros de cauda longa, quatro tipos de trilhas de ornitópodes herbívoros de duas pernas e seis tipos de trilhas de dinossauros blindados.

“Entre as pegadas existe a única evidência confirmada do estegossauro na Austrália. É também um dos maiores registros de pegadas de dinossauros no mundo. Algumas das pegadas dos saurópodes têm cerca de 1,7 m de comprimento.”

“A maioria dos fósseis de dinossauros da Austrália vem do lado oriental do continente, e tem entre 115 e 90 milhões de anos.”

Redação CicloVivo

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.