- Publicidade -

Um projeto de lei tramita no estado da Califórnia, nos EUA, para inibir o uso de canudinhos em restaurantes. O texto afirma que o simples ato de oferecer os canudos para o cliente renderá multa de mil reais ou até seis meses de prisão. E esta punição, neste caso, recai sobre o garçom. A controversa lei foi melhor esclarecida pelo autor do proposta.

O democrata Ian Calderon, líder da Assembléia do Estado da Califórnia, foi quem elaborou o projeto. Segundo ele, originalmente não havia as penalidades citadas acima. A crítica maior é que a punição possa cair diretamente sobre os trabalhadores.

- Publicidade -

A ideia então é educar os restaurantes para que eles só disponham os canudos quando forem solicitados pelo cliente. E as penalidades, caso o projeto seja aprovado, serão acrescentadas por emendas.

Educando

“Precisamos criar conscientização sobre a questão do uso único de canudos de plástico e seus efeitos prejudiciais em nossos aterros sanitários, vias navegáveis ​​e oceanos”, disse ele em comunicado. “Não é proibição. É um pequeno passo para conter nossa dependência desses produtos de conveniência, o que, espero, contribua para uma mudança nas atitudes e uso do consumidor”, declarou.

Por outro lado, medidas como esta se tornaram cada vez menos necessários ao passo que muitas cidades norte-americanas estão proibindo o uso de canudos, garrafas de água, entre outros plásticos descartáveis.

 

- Publicidade -