- Publicidade -

O Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) divulgou na última segunda-feira (6) um relatório sobre as emissões de gases de efeito estufa dos países da América Latina. A pesquisa apontou o Brasil como o maior poluidor, responsável por 52% das emissões.

O relatório, que contou com o apoio do instituto GRID Arendal, foi apresentado durante a Conferência Climática da ONU, COP16, em Cancún. Segundo a publicação, Brasil, Argentina, Venezuela e México são os culpados por 79% de todas as emissões da América Latina.

As análises divulgadas no documento “Os gráficos vitais da Mudança Climática na América Latina e Caribe” mostraram que os principais causadores das emissões dos gases de efeito estufa são as mudanças no uso da terra e silvicultura. Quesito emissor liderado pelo Brasil, com mais de 800 mil toneladas métricas de CO2.

- Publicidade -

Os países com as maiores emissões por habitante foram Trinidad e Tobago, Uruguai, Venezuela e Argentina, respectivamente – sem considerar os gases emitidos por causa da agricultura ou outras práticas relacionadas às mudanças no uso do solo.

Brasil e México são os dois países que mais poluem por causa de energia, juntos eles emitem 500 mil toneladas de CO2.

Luis Miguel Galindo, coautor do documento, explicou que se a América Latina continuar aumentando suas emissões sem mudanças, o continente pode se transformar e um dos grandes emissores mundiais no futuro. Portanto, o relatório deve servir de alerta e base para novos projetos.

Siga as últimas notícias do CicloVivo no Twitter

- Publicidade -