- Publicidade -

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Santos anunciou, na última segunda-feira (18), uma multa de R$ 100 mil à construtora Odebrecht. A punição se tornou necessária devido a um acidente ocorrido em uma das etapas de reforma no porto de Santos.

A obra, da Empresa Brasileira de Terminais Portuários (Embrapot), trata-se da construção de uma ponte no novo terminal. No entanto, durante o final de semana, um incidente despejou cinco mil metros cúbicos de resíduos, ocasionando um assoreamento em parte do Rio Sandi, também conhecido como Rio Furado.

As proximidades do acidente são utilizadas normalmente por pescadores de comunidades locais. Porém, foi necessário paralisar as atividades temporariamente, por medidas de segurança, até que as primeiras medidas sejam finalizadas.

- Publicidade -

O desassoreamento já começou a ser feito, pela própria empresa e, conforme reunião dos representantes com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, a Odebrecht deverá entregar um plano de recuperação da área afetada até o final do mês de julho.

O porto de Santos, que abrigará o terminal da Embraport, é o maior da Améria Latina e está entre os 50 maiores do mundo. Em 2010 passaram por lá mais de 96 milhões de toneladas de carga e a previsão da Companhia de Docas do Estado de São Paulo (Codesp) é de que em 2011 a quantidade de carga a passar pelo local seja superior a 100 milhões de toneladas. Com informações da Folha.

Redação CicloVivo

- Publicidade -