energia solar residencial
Foto: Win
- Publicidade -

Um estudo encomendado pela European Climate Foundation à consultoria EY-Parthenon mostra que 13 mil projetos de renováveis que já tem licenças e áreas prontas para começar a construção teriam potencial de gerar 10 milhões de empregos diretos ou na cadeia de fornecimento — 600 mil deles somente no Brasil.

No setor de energia, o termo usado para identificar projetos que já estão “prontos para começar” é shovel ready. Se colocados em prática, esses projetos poderiam estimular a economia na recuperação da pandemia, injetando aproximadamente US$ 2 trilhões em oportunidades de investimento em todo o mundo, diz a pesquisa.

Estudo foi divulgado em coletiva organizada em Londres, em formato virtual. Foto: Otávio Nogueira | Flickr

Segundo o estudo, o Brasil tem 969 projetos shovel ready, representando oportunidades de investimentos de cerca de US$ 108 bilhões. Além de 600 mil postos de trabalhos, os quase mil projetos “prontos para começar” adicionariam 65 GW de capacidade instalada ao mix de energia brasileiro — quase o triplo da capacidade atual das termelétricas movidas a combustíveis fósseis, que têm custos extremamente elevados e um impacto ambiental bastante negativo.

- Publicidade -

“Este relatório multipaíses, que adotou uma abordagem de baixo para cima, mapeia a fila de projetos shovel ready que poderiam ser desbloqueados para permitir uma recuperação verde”, explica Serge Colle, assessor para Energia Global da EY.

“A pesquisa destaca o real potencial do investimento do setor privado para acelerar as energias renováveis, com a aplicação de políticas governamentais e estruturas reguladoras que liderem nesse sentido.”

Serge Colle, assessor para Energia Global da EY
- Publicidade -