O natal está chegando e o CicloVivo já deu várias dicas para que a data seja comemorada da maneira mais sustentável possível. Além dos enfeites e da ceia, é preciso lembrar o símbolo principal deste dia.

O dia 25 de dezembro é uma celebração que lembra a data do nascimento de Jesus. A história do menino de família humilde que nasce em uma manjedoura a caminho de Belém é mundialmente conhecida até mesmo pelos não religiosos.

É por isso, que além das árvores com enfeites é comum montar o chamado presépio, um cenário que ilustra o nascimento de Cristo em um estábulo, envolta de seus pais, Jesus e Maria, de animais e de vegetação. Essa estrutura pode dar um pouco de trabalho para fazer e, para facilitar, hoje o CicloVivo mostra uma maneira alternativa simples de recriar o cenário reaproveitando alguns materiais. A dica foi ensinada pela italiana Clara do blog Crea Mamma.

Pela imagem da galeria é possível perceber que a foto é autoexplicativa. São necessárias apenas três rolhas de vinho, canetinha preta, restos de feltro e sisal. 

Duas rolhas representam os personagens Jesus e Maria. Utilize o pedaço de feltro para fazer as vestes de cada um deles e arremate com um pedaço de sisal ou outro tipo de cordão que tiver em casa, de preferência na cor dourada. Com a canetinha faça os olhos e a boca.

A terceira rolha deve cortada de comprido. Ela servirá de manjedoura. Com o pedaço cortado faça o menino Jesus e passe um feltro branco em volta da rolha de forma que lembre um bebê.

Para que seu presépio fique mais bonito monte-o no chão de sua casa e coloque suas plantinhas em torno do cenário. É importante lembrar que as plantas precisam receber cuidado redobrado em certos cômodos da casa. Verifique se a ventilação e luz natural podem chegar no espaço e comemore seu natal lembrando seu real significado. Com informações do Crea Mamma.

Redação CicloVivo

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.