Projeto incentiva leitura no transporte público de SP

Que tal aproveitar as longas viagens no transporte público para uma boa leitura? Durante o trajeto diário é comum ver as pessoas mexendo no celular, ouvindo música ou até mesmo lendo um livro. E esse último hábito que o desenvolvedor de software Luís Fernando Tremonti quer estimular.

Por isso, no ano passado, ele criou o projeto “Leitura no Vagão” deixando livros dentro de metrôs e trens. Quando a pessoa vai sentar no banco ela tem antes que pegar a publicação, sendo um passo para já se interessar em abrir e ler.


Foto: Leitura no Vagão

Outra preocupação dele é que as pessoas entendam que deve ser um ciclo de leitura. De forma que o leitor pode dar continuidade ao projeto, deixando o livro em outro local e, quem sabe, doando livros que tiver em casa.

A iniciativa conta com uma página no Facebook que estimula as pessoas a postarem fotos em suas redes sociais com os livros e a hashtag #leituranovagao. Por meio das redes, muitas pessoas ficam sabendo do projeto e fazem doações. Também podem participar das promoções que sorteiam livros.

Além dos próprios leitores, o projeto já recebeu doações de escolas, empresas, escritores. Há também personalidades interessadas em apoiar a ideia. O caso mais recente é do humorista Evandro Santo – mais conhecido pelo personagem Christian Pior -, que está doando seu livro “O melhor do pior” para sorteio. Acompanhe o projeto aqui.


Foto: Leitura no Vagão

Redação CicloVivo