Para incentivar a doação voluntária de órgãos, uma campanha realizada na África do Sul entrega roupas criadas pelos principais estilistas do país às pessoas que se inscreverem como doadoras. De acordo com a organização que coordena a campanha, cada voluntário pode salvar até sete vidas.

A campanha foi criada pela agência Native e tem por objetivo aumentar o número de doadores na Organ Donor Foundation, entidade que recebe e disponibiliza órgãos no território sul-africano. A iniciativa vem chamando atenção em vários países do mundo, e ganhou destaque no site Springwise, que reúne notícias sobre as principais tendências de negócios internacionais.

Durante a realização da campanha, os doadores visitam uma loja especial, onde estão disponíveis centenas de itens – entre peças de roupas e acessórios exclusivos – que podem ser retirados pelas pessoas que se inscreverem no programa de doações de órgãos. "Como a loja tem mais de 500 itens à disposição, nós esperamos atingir a meta de salvar mais de 3.500 vidas. Isso será um resultado incrível", contou ao Springwise a diretora-executiva da Organ Donor Foundation, Samantha Volschenk.

A ação pretende atingir um número de pessoas bem maior de pessoa com as ações de divulgação e incentivo à doação de órgãos, a entidade espera reunir 50 mil doadores na África do Sul até o final deste ano.

Além da campanha que agrega importantes nomes de estilistas e marcas de roupas da África do Sul, neste ano também serão realizadas competições esportivas entre as pessoas que aceitarem doar seus órgãos: é a 19ª edição do World Transplant Games, realizada entre os dias 28 de julho a quatro de agosto em Durban.

Redação CicloVivo

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.