Agrofloresta, energia limpa, saneamento ecológico, compostagem, bioconstrução. O que seria tratado como utopia e problema para o desenvolvimento econômico está sendo tema de uma série documental bem humorada e cheia de iniciativas reais e possíveis. 

O coletivo PorQueNão?, uma mídia interdependente que tem a missão de interligar pessoas que se dedicam a projetos capazes de transformar positivamente a realidade, é o realizador do projeto que chama para o debate do desenvolvimento sustentável e contou com um financiamento coletivo (que não atingiu a meta) para a produção do primeiro episódio com 21 minutos de duração. 

O capítulo é sobre Compostagem, que de composteira doméstica à pátios enormes, oferece sucinta e didaticamente alternativas para o problema de destinação de resíduos orgânicos presente em todas as cidades do mundo. 

“O filme foi o disparador de diálogo sobre a implantação da composteira e horta na Unidade Escolar. Parabenizo pela qualidade das informações bastante atualizadas!”, disse a professora Cristiane Magen, de São Paulo.

Com mais de 100 exibição pelo Brasil, em um mês do lançamento na plataforma VideoCamp, o mini documentário chega agora ao Youtube, no canal PorQueNão?.

Veja o trailer do filme:

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.