Com o intuito de levantar a importância de coletar, preservar e pesquisar acervos de plantas e artefatos indígenas, foi criado o Manual de etnobotânica e disponibilizado gratuitamente em formato PDF. O material é parte de um treinamento em pesquisa e intercâmbio de conhecimentos em etnobotânica com povos indígenas realizado na região do Alto Rio Negro (Brasil), noroeste amazônico, em 2016.

A publicação integra ainda um programa de colaboração entre pesquisadores indígenas na região do Tiquié (AM) e o Instituto Socioambiental (ISA), iniciado em 2005. Segundo o ISA, a ideia é “apoiar a pesquisa indígena e colaborativa, intercultural e interdisciplinar, fortalecendo o diálogo entre conhecimento indígena e conhecimento científico”.

Em 80 páginas, o manual revela como identificar, coletar e documentar uma amostra de planta; explicando a diferença entre a classificação indígena e a classificação científica de espécies. O guia também apresenta razões para coletar, o que coletar e como coletar artefatos indígenas. Além de trazer várias dicas para coleta de informações por meio de entrevistas, assim como para o manejo e arquivo de dados posteriormente. Tudo é embasado nas questões éticas, de acordo com a legislação brasileira.

Com seu caráter de orientações práticas, o material é um prato cheio para pesquisadores. Acesse gratuitamente o Manual de etnobotânica: plantas, artefatos e conhecimentos indígenas.

Leia também: Baixe grátis o manual dos remédios tradicionais Yanomami.