Por Casa.com.br

Sempre encontramos motivos para seguir acreditando na humanidade, não é mesmo? E aqui está mais um deles: a dona Bernarda, de 87 anos, deparou-se com um problema nas lojas de Santa Quitéria do Maranhão (MA). Ao ir atrás, como muitos brasileiros, de álcool gel e máscaras, acabou descobrindo que estavam em falta.

Imagem: Reprodução | Casa.com.br

Como Bernarda costura e tem como neta uma professora, bióloga e engenheira civil, Renatha Costa, elas decidiram unir conhecimentos e produzir, em pequena escala, máscaras de proteção para elas e para doar a quem precisasse. 

Para isso, a dupla comprou tecido TNT e elásticos para produzirem as máscaras em casa. A neta impermeabiliza e corta os tecidos, enquanto a avó costura. Após a confecção, as máscaras são isoladas e embaladas, sendo disponibilizadas para distribuição. Linda atitude, não é mesmo?

Uso prioritário

Mas vale lembrar que, a máscara é de uso prioritário de quem já está com sintomas de doenças e devem usá-las para não propagar mais vírus. “Essa questão de máscaras, se temos poucas, vamos deixar para os enfermeiros, médicos. Se for para sair e ir até a unidade de saúde para confirmar, usa uma máscara de pano, confecciona a sua máscara. Eu digo assim, poupe o material de saúde para os enfermeiros e médicos. Eles são as pessoas mais importantes da cidade hoje, o pessoal da Saúde”, orientou o Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

Segundo ainda o ministro, o item sozinho não protege contra o vírus e só é efetivo se for associado à lavagem frequente das mãos com água e sabão ou higienização com álcool em gel, que são as principais recomendações para evitar o contágio, assim como evitar aglomeração de pessoas e seguir a etiqueta respiratória (ao tossir ou espirrar, cobrir a boca e o nariz com o cotovelo flexionado ou com um lenço.

Imagem: Reprodução | Casa.com.br

Como fazer máscara de tecido?

O recomendado é que se use tecido de tricoline, que é 100% e resistente, mas ao mesmo tempo é leve e permite que a pessoa respire sem sufocar. O tecido deve ser cortado de acordo com o modelo de máscara de proteção desejada. Lembre-se que ela deve cobrir boca e nariz.

Outra recomendação é que a máscara seja dupla, ou seja, use duas camadas de tecido para aumentar a proteção.

Imagem: Reprodução | Casa.com.br

Faça o molde em um cartão ou qualquer superfície mais dura e utilize para riscar o tecido. Corte o tecido no formato, sempre deixando uma margem maior para fixar o elástico.

Faça vincos no tecido. Prenda o elástico nas laterais e costure. Não se esqueça de medir o cumprimento do elástico de forma que ele não aperte seu rosto, mas também não fique frouxo.

Antes de usar, lave a máscara com sabão neutro. Recomendação é que o item seja utilizado por até duas horas e trocado após esse período.