Na semana passada, viralizou nas redes sociais fotos de prateleiras vazias em um Carrefour da França. As imagens refletem o que vem acontecendo em muitas cidades pelo mundo. Governantes garantem que não há risco de desabastecimento nos supermercados, mas não tem jeito: ninguém consegue frear a corrida por estocar comida. No entanto, uma solução adotado pelo supermercado dinamarquês Rotunden Hellerup Foodmarket pode servir de inspiração. A gerência instituiu uma antítese do famoso “compre mais pague menos”. Quem leva mais produtos, paga mais por cada unidade. A medida vale apenas para álcool gel, mas poderia inspirar outras ações.

O preço individual do álcool gel não alterou, pois a ideia não é praticar valores abusivos. Os preços só começam a subir a partir da compra da segunda unidade para desencorajar o estoque.

1 frasco custa 40 coroas dinamarquesas, enquanto dois frascos saem por 1.000 coroas

“Queridos clientes, temos uma grande responsabilidade em manter os negócios funcionando e só podemos fazer isso com a ajudar e o entendimento de todos. Você pode ajudar da seguinte maneira: pedimos a todos os clientes que respeitem a distância entre vocês e nossos colegas de trabalho; higienize as mãos na entrada e use luvas; se você faz parte de uma família, permita que apenas uma pessoa faça as compras; pode ser que em alguns momentos vamos limitar quantos clientes aceitaremos na loja ao mesmo tempo. Manteremos você informado sobre quaisquer alterações operacionais no Facebook. Tome cuidado e obrigado pela sua compreensão”, diz o supermercado dinamarquês em comunicado publicado no Facebook.

Situação dos mercados

Procons de todos os estados brasileiros estão trabalhando intensamente nos últimos dias para fiscalizar e barrar aumentos repentinos e injustificados em estabelecimentos comerciais. Mesmo os preços abusivos não estão coibindo a compra excessiva, mas têm gerado denúncias.

Outro efeito já observado nos supermercados brasileiros é a demora nas entregas. A rede Mambo chegou a suspender temporariamente o delivery e outras alertam sobre atrasos e estendem prazos de entregas para até três semanas. O Grupo GPA (do qual fazem parte Extra e Pão de Açúcar) está limitando a quantidade de alguns produtos que cada cliente pode comprar. Entram nessa restrição itens de higiene pessoal, limpeza, arroz, água, leite e massas. As compras pela internet aumentaram, sobretudo, porque os clientes querem evitar a aglomeração.

Além disso, a polícia tem apreendido álcool gel falsificado em diversas cidades. Há dois dias, um homem foi preso em flagrante no Recife com uma carga de três mil frascos.