bosque metropolitano madri
Visita a Cerro Almodóvar, quilômetro zero do Bosque Metropolitano de Madri. Foto: Madridiario

Madrid iniciou no dia 9 de dezembro de 2020 o plantio das primeiras árvores que formarão o Bosque Metropolitano que circulará toda a cidade. Ao todo serão plantadas cerca de 450 mil mudas nativas, em uma área de 14,2 mil hectares ao longo de 12 anos.

O projeto foi idealizado pela Prefeitura com o apoio de universidades e empresas e proporcionará a melhoria da qualidade do ar e diminuição do efeito de “ilha de calor”. Atualmente, Madrid registra durante seu verão, dias com temperaturas perto dos 40º C.

O Bosque pretende unificar áreas verdes que hoje já existem, sobretudo na parte noroeste da metrópole e estenderá o reflorestamento para a região Sul, que hoje está menos protegida e desertificada.

O novo bosque contará com mais de 20 pontes e túneis verdes para transposição das rodovias R-3 e A-3 e trilhos ferroviários. Além disso, serão destinadas áreas para a educação ambiental e para a convivência da comunidade.

Com a criação do anel verde, a Prefeitura pretende também colaborar com a biodiversidade, já que passará a formar um sistema florestal unido.

Em sua fase adulta, o bosque fará a absorção de 170 mil toneladas de CO2. A atual vice-prefeita de Madrid, Begoña Villacis pretende implantar 1/3 do projeto durante o atual mandato.