Existem grandes obras que parecem monumentais no momento em que são concebidas. Porém, em pouco tempo algumas delas permanecem simplesmente abandonas. Esse é o caso do McDonald’s flutuante construído no Canadá. Em breve o local deve ser revitalizado.

Em 1986, Vancouver (Canadá) recebeu uma grande exposição mundial. A construção de uma das lojas da rede de fast food foi pensada para funcionar como um atrativo e, até mesmo, um ponto turístico. O problema é que, a feira acabou, e pouco depois o local permaneceu abandonado.

A embarcação, apelidada de McBarge, permanece ancorada no riacho de Burrard e não é utilizada há 23 anos. Quando foi concebida, a loja realmente era um diferencial. Os clientes possuíam a oportunidade única de comer seus lanches, sentindo a sensação de estar navegando. Esta essência deve ser reaproveitada para continuar a proporcionar certa aventura aos futuros visitantes.

Existe um projeto, que ainda não teve os seus detalhes divulgados, mas que pretende adotar a “barca” e torná-la parte do desenvolvimento de um novo cais em Mission, também na mesma província de Vancouver. A revitalização deve manter parte do propósito inicial, que era o de funcionar como um espaço para alimentação, no entanto, concentrará diversos restaurantes.

Apesar de ter sido abandonado por muito tempo, o McBarge, que em primeira instância era chamado de Friendship 500, possui a facilidade de ser facilmente transportado e ancorado em outro local. Com informações do Kuriositas.

Redação CicloVivo

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.