Espaço é um problema comum às grandes cidades em todo o mundo, na China não seria diferente. No entanto, o escritório de arquitetura Lycs deu um jeito nisso e conseguiu incluir uma pista de atletismo sem ocupar um espaço extra.

A solução encontrada foi desenvolver a área esportiva na própria cobertura da escola primária de Tian Tai. Ao invés de ter um telhado, a construção ganhou 200 metros de pistas vermelhas, ideais para que as crianças possam se divertir e iniciar no esporte.


Foto: Divulgação

De acordo com o escritório, o projeto se esforçou para proporcionar um ambiente bonito para o cultivo do conhecimento, cultura, aptidão física, arte e ética para crianças do ensino fundamental. Caso fosse construída no chão, a pista ocuparia 40% da área da escola, o que tornaria os outros espaços muito menores. Com a estrutura no telhado, a escola ganhou, em média, três mil metros quadrados de área útil.


Foto: Divulgação

Para garantir a segurança dos alunos, a pista é envolta por grandes placas de vidro, com 1,8 metros de altura e 50 centímetros de largura. Essa estratégia reduz também os ventos na pista, ao mesmo tempo em que mantém a vista para a paisagem exterior.


Foto: Divulgação

O restante da escola é repleto de grandes janelas, que maximizam a entrada da luz do sol, e grandes corredores, para facilitar a passagem de ar e ventilação natural.


Foto: Divulgação

Redação CicloVivo

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.