hospital rural
Foto: © Asif Salman/Courtesy of URBANA
- Publicidade -

Um hospital de tijolos foi construído para atender a população rural de Satkhira, na paisagem alagada de Bengala, no Bangladesh. De baixo custo, a instituição de saúde aposta na iluminação e ventilação natural, além de coletar água da chuva. Mas, o fator mais relevante da obra é aproveitar as técnicas sustentáveis para criar um ambiente acolhedor e humano.

Estas são algumas características que levaram o Friendship Hospital (Hospital da Amizade, em portugês) a receber o Prêmio Internacional RIBA 2021 por sua “excelência em design e impacto social”. RIBA é uma sigla para Royal Institute of British Architects, uma organização profissional de arquitetos do Reino Unido.

Projetado pelo escritório Kasef Chowdhury/URBANA, a construção foi possível graças, inicialmente, à doação de um terreno por um filantropo local à ONG Friendship. No entorno do hospital é realizada pesca de camarão e os arquitetos foram bem sucedidos em integrar a água circundante e aplicar um paisagismo criativo, que separa os departamentos de internação e ambulatório em vários blocos.

- Publicidade -

“O desenho do projeto transmite efetivamente uma sensação de proteção aos usuários do hospital com corredores de sombra ao redor de todos os blocos e uma série de pátios proporcionando ventilação natural em todos os lugares e regulando a temperatura de forma eficiente”, explica o escritório Kasef Chowdhury/URBANA.

Além dos pátios, que proporcionam muita iluminação e ventilação natural, há um canal em zigue-zague para coleta de água da chuva. Isso cria um alívio visual, ajuda no resfriamento microclimático e distrai pacientes e familiares. O espaço contribui para reduzir a ansiedade entre pacientes e familiares.

Tais preocupações foram levadas em conta, segundo a arquiteta francesa e presidente do júri do prêmio, Odile Decq.

“O Hospital da Amizade incorpora uma arquitetura de humanidade e proteção que reflete a missão filantrópica da ONG Friendship de proporcionar dignidade e esperança às comunidades por meio da inovação social”.

Odile Decq, arquiteta e júri

Outro ponto que os profissionais quiseram ressaltar foi o uso de materiais locais que auxiliam na integração do edifício à cultura e população nativa. Por isso, optou-se pela construção em tijolos construídos in loco, o que também garantiu baixo custo na obra.

O hospital, com oitenta leitos, está situado em uma área predominantemente rural que foi fortemente afetada por um grande ciclone há poucos anos. Além disso, está em uma área diretamente impactada pelo aumento do nível do mar. Logo, a obra leva em consideração estes fatores para criar um hospital resistente às mudanças climáticas.

“O Hospital da Amizade é um exemplo de design criativo de um edifício de grande importância e escala, construído com um orçamento modesto e trabalhado com a comunidade local e seu entorno natural em mente. Kasef Chowdhury/URBANA criou uma arquitetura inovadora, clara, refinada, econômica e encantadora com impacto social – fornecendo serviços essenciais de saúde na área rural e abordando os efeitos crescentes da emergência climática”, afirmou Simon Allford, presidente do RIBA.

O Prêmio Internacional RIBA é concedido a cada dois anos.

- Publicidade -