casa carbono zero costa rica
Foto: Fernando Alda
- Publicidade -

Grandes persianas de madeira em ângulo, garantem iluminação e ventilação naturais desta casa pré-fabricada, localizada na Costa Rica. Com projeto do studio de arquitetura A-01, esta casa pode servir de protótipo para uma série de projetos de casas com pegada zero de carbono.

Para garantir a menor emissão possível de carbono, a casa foi desenhada para regular a sua temperatura sem o uso de energia elétrica. Foto: Fernando Alda

Paredes inclinadas garantem sombra e são cobertas por grandes estruturas de madeira que funcionam como persianas, que se inclinam para ajustar a temperatura, iluminação e ventilação no interior da casa. É possível ainda fechar totalmente a camada externa da casa, garantindo isolamento e privacidade totais.

“As paredes em ângulo diminuem o impacto da luz solas e da precipitação de água da chuva, protegendo a casa de aquecimento ou umidade”, explicam os arquitetos.

- Publicidade -

“Os painéis podem ser abertos ou fechados individualmente, regulando a luminosidade, exposição e fluxo de ar”.

Apesar de estar conectada a rede pública de eletricidade e água, a casa é praticamente autossuficiente em energia, graças a um Sistema de painéis solares.

Foto: Fernando Alda

Para otimizar o uso do sistema abastecimento, todas as áreas que usam água estão localizadas na área central. “Com isso, a tubulação é mais curta, o que contribui para a economia de energia e materiais”, explicam os idealizadores do projeto.

casa carbono zero costa rica
Foto: Fernando Alda

Construção e transporte

A casa zero carbono foi fabricada no Vale Central da Costa Rica e transportada para Ojochal, uma pequena vila localizada na província de Puntarenas, usando apenas um caminhão.

Esse modelo evita que os profissionais envolvidos na construção precisem viajar e concentra toa a produção em um único lugar – evitando emissões de carbono gerada no transporte de pessoal e material.  

Toda a operação leva em conta a otimização do tempo e materiais necessários, maximizando a eficiência e minimizando custos e impactos.

Estrutura

A casa pré-fabricada é composta por uma estrutura base de aço que mede 12 metros por 9 metros, que fica sobre uma fundação de concreto, e colunas que formam uma segunda camada no interior das paredes inclinadas.

Na área interna, estão um espaço aberto que inclui as salas de estar e de jantar, dois banheiros, dois quartos e uma varanda que circula a área central.

Foto: Fernando Alda

O projeto, conhecido como NFH-108, faz parte da missão do studio de arquitetura A-01 em desenvolver construções neutras em carbono.

Casas carbono zero

A casa NFH-108 é a primeira tentativa de um projeto de casa pré-fabricadas com uma pegada zero de carbono. De acordo com a A-01, esta versão emite 40% menos carbono do que uma construção similar típica da Costa Rica.

Foto: Fernando Alda

O segundo projeto já está em andamento e deve emitir 60% menos carbono com a troca de aço por madeira local. Outras mudanças na cadeia produtiva e novos materiais vão reduzir a pegada de carbono em outros 20%. A meta é que no projeto final, os 20% restantes de emissão de carbono sejam compensados com a produção de energia local.

O objetivo final é que uma vez que se alcance a emissão zero, o projeto seja usado para produzir três plantas diferentes de casas pré-fabricadas: uma pequena casa com 36m², uma média com 81m² e uma casa familiar com 108m².

Foto: Fernando Alda
- Publicidade -