O jornal Bom Dia Brasil, da Rede Globo, mostrou na última segunda-feira (12) que o Brasil possui mais de cinco mil vagões de trem abandonados em galpões. Só no Estado de São Paulo há mais de dois mil. Além disso, há também as locomotivas que, somadas aos vagões, resultam em uma grande quantidade de sucata.

Tais materiais poderiam ser aproveitados de maneira mais eficiente. Em outubro, um dos trens no complexo ferroviário de Vinhedo, em São Paulo, foi queimado. Os vagões da estação foram comprados pela prefeitura há cerca de oito anos. O objetivo na época era construir um museu e um trem turístico.

No entanto, há muitos projetos estrangeiros que também buscam maneiras de reutilizar e/ou reciclar vagões de trem e que deram certo. Já foram construídos Cafés, restaurantes e com a estrutura de um vagão de 1949 foi criada uma casa em Portland, nos Estados Unidos.

A residência possui todas as comodidades modernas, com sala, quarto, escritório e banheiro. Para acomodar os objetos e, fazer a separação, todos os acabamentos e itens internos do trem foram retirados.

Dentro do trem foram colocados os móveis, instalados sistemas elétricos e a superfície recebeu um novo forro. A reforma ficou tão bem feita que a parte interna ficou semelhante a uma casa comum. A residência no trem chegou a ser oferecida na corretora de imóveis Laurie Holland, Portland, por 225.000 dólares. Não há informações no site do escritório sobre sua venda.

Essa é apenas uma das muitas formas já apresentadas para dar uma nova utilidade para as estruturas que muitas vezes servem de abrigo para usuários de drogas. Além de ser um meio de proliferação do mosquito da dengue, causando transtorno para a população que vive em torno do local. Com informações do Atitude Sustentável e Ecofriend.

Redação CicloVivo 

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.