Imagine o que a casa sustentável dos seus sonhos deveria ter. Uma construção ecológica? Produção de energia renovável? Uma horta de produtos orgânicos talvez? Pois tudo isso, e muito mais, foram reunidos em um único projeto por estudantes da Universidade de Maryland, instituição pública norte-americana.

Batizada de “reACT”, a casa autossuficiente é modular e foi pensada para se adaptar a diferentes necessidades e ambientes. Ela gera energia limpa, recicla desperdícios e ainda é capaz de auto-regular os sistemas presentes na construção. Além disso, possui um sistema de compostagem, produz água potável e alimentos frescos.

Tanta tecnologia ecológica não é à toa, o projeto foi criado para um casal de Denver, capital do Colorado (EUA), que também é membro da tribo indígena Nanticokes. Por isso, foram incorporadas materiais e técnicas que valorizam a cultura nativa. Jardim hidropônico, horta e paredes vivas são algumas das ideias aplicadas.

O telhado de vidro permite a entrada de luz natural. A energia solar captada por meio de painéis podem ser armazenadas em uma bateria doméstica -, o grupo não informou detalhes sobre a bateria, mas afirma que os residentes terão a opção de vender a energia acumulada.

home-auto-ciclovivo

Uma horta no interior da casa é alimentada pelo rico fertilizante resultante da compostagem feita com resíduos orgânicos. Já a produção de água limpa é possível graças a um sistema de coleta e tratamento de águas pluviais e cinzas instalado na residência.

Por fim, o sistema auto-regulador consegue programar a casa para se tornar mais eficiente energeticamente ao longo do tempo. Já o design modular permite que a casa seja expandida ou contraída. Tudo é ajustável conforme as necessidades dos moradores.

37570138522_7f5471b50d_k

O projeto foi criado pelos estudantes para a competição Decathlon Solar do Departamento de Energia dos Estados Unidos. Eles apresentam a casa autossuficiente para ser como “um organismo vivo, com seis módulos que desempenham funções vitais”. A ideia do grupo é que ela seja uma “casa como kit de peças” e que os sistemas separados possam ser fabricados, transportados, montados e desmontados de forma eficiente para diferentes clientes.

37475276152_be7c464a56_k
36796410454_82e584fa2b_k
37318765996_656f49d547_k (1)
36530023415_0b1e584eb5_k
37475277702_99cbb6580b_k (1)
23654080878_3eccefd8a6_k
36837304333_14e437aa93_k
23654081818_34d40ad8e9_k
23654081868_ace6d79e00_k
37475275892_062207d0b8_k
23654080618_69b5f884b3_k
37602790561_a6d96e62ff_k
23689523038_5efecaf9e3_k

Fotos: reACT/Divulgação