Apaixonada pelo contraste entre a dureza e a leveza do vidro, a artista plástica Márcia Lepage, do ateliê Lepage Verre, escolheu o material para manifestar suas emoções em peças decorativas e sustentáveis.

Reciclando vidros, aparentemente impossíveis de serem reutilizados, a designer partiu do pressuposto que transformar é uma forma interessante de criar. “Sou apaixonada por vidro. Comecei a trabalhar com este material há 14 anos e, até hoje, não parei mais. Sempre tem algo novo a ser descoberto”, ressalta.

Cada criação é resultado de muita experimentação, utilizando desde bolinhas de gude até garrafas de bebida. "Procuro fazer peças que estimulem a curiosidade, que sejam lúdicas, modernas e, ao mesmo tempo, funcionais. Misturo materiais compatíveis para criar objetos com ares contemporâneos e que tenham humor, esta, talvez, minha característica mais evidente", pontua.

A técnica utilizada por Márcia é a fusing, que consiste na junção de diversos fragmentos de vidro, em sobreposição e fundidos, a temperatura acima de 800°C, transformando os pequenos pedaços em uma só peça.

As peças da artista estão à venda no site Fractal.D.

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.