A consciência ecológica é um tema bastante abordado atualmente. Pensar no meio ambiente e, levá-lo em consideração durante as atividades cotidianas, tornou-se uma cobrança de toda a sociedade, apesar de ainda não ser uma atitude acatada pela maioria das pessoas. Para Ana Lúcia Camargo Giacomini optar por um estilo de vida mais sustentável foi a maneira encontrada para sobreviver. 

Mesmo antes da sustentabilidade torna-se uma palavra da moda, em 1996, Ana Lúcia já reaproveitava arames de alumínio, cobre e latão para fazer esculturas, castiçais, guirlandas. Suas peças eram vendidas em uma feira de artes e artesanato no centro da cidade de Joinville, Santa Catarina.

Sem ter formação acadêmica em artes plásticas ou design, ela conseguiu, através da ajuda de amigos, levar seu trabalho para uma rede de lojas de presentes e decorações e, posteriormente, abriu seu próprio negócio, o Analumínio.

Ana Lúcia começou com quatro mil peças mensais, hoje é fornecedora de mais 200 lojas em diversas cidades brasileiras. Todo o trabalho é feito a partir da reciclagem de latas de alumínio, panelas velhas, fios telefônicos, peças automotivas sucateadas, entre outros materiais que contenham alumínio.

Nascida em São Paulo, ela afirma que é possível viver bem com o que já está disponível, para Ana Lúcia tudo é uma questão de reaproveitamento. "Antigamente não havia consciência ecológica. Os móveis eram feitos com madeira de lei, os casacos de pele natural e o extrativismo era intenso. Hoje não se admite isso", afirma a artesã em seu site.

Suas peças servem de decoração para quase todos os ambientes de uma residência: Porta-chaves, revisteiro, espelho, luminária, cabideiro, porta-retratos, aparador de livros. Alguns itens podem ser feitos por encomenda. Para conhecer as peças, clique aqui.

Redação CicloVivo

 

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.